Médico brasileiro representa a Agência Internacional de Energia Atômica da ONU na Argentina

O presidente da Sociedade Americana de Cardiologia Nuclear e cárdio-oncologista, Raymond Russell e o cardiologista e diretor geral da Quanta Diagnóstico e Terapia, João Vítola (à direita).

O cardiologista João Vítola, diretor geral da Quanta Diagnóstico e Terapia, acaba de retornar da Argentina. Ele participou de uma missão oficial como consultor da Agência Internacional de Energia Atômica da Organização das Nações Unidas (AIEA – ONU), com o objetivo de ajudar a reduzir a mortalidade por doenças cardiovasculares na América Latina.

O cardiologista palestrou nos dias 14 e 15, na Fundação Centro Diagnóstico Nuclear, no Workshop de Imagem Cardiovascular, em Buenos Aires. E nos dias 19 e 20, esteve em El Calafate (Patagônia Argentina), palestrando no Simpósio da Associação Argentina de Cardiologia Nuclear, juntamente com o presidente da Sociedade Americana de Cardiologia Nuclear e cárdio-oncologista, Raymond Russell.