Médicos internacionais se reúnem para discutir medicina esportiva

Médicos de sete países diferentes se reuniram na última semana, no Instituto de Joelho e Ombro, para analisar e discutir casos de pacientes tratados na clínica do ortopedista Lucio Ernlund. Um desses pacientes foi o lutador Vanderlei Silva, que passou pelas mãos do cirurgião antes da última luta, em junho, em Nova York, contra o americano Chael Sonnen. Vanderlei operou joelho e ombro e teve uma recuperação surpreendente. Lucio foi, por mais de 16 anos, diretor e vice-presidente médico do Coritiba Foot Ball Club, comandou a equipe médica do vôlei de praia nas Olimpíadas do Rio de Janeiro e foi presidente da Sociedade Brasileira de Artroscopia e Traumatologia do Esporte (Sbrate), em 2016.

Durante a visita, os médicos de países como Grécia, Estados Unidos, Turquia, Alemanha, Portugal, Holanda e Espanha conheceram as instalações do Instituto, que está em novo endereço na Silva Jardim há um ano e meio. São cerca de 700 m², divididos em dois andares, com atendimento multidisciplinar na área de ortopedia, endocrinologia, fisioterapia, acupuntura, cardiologia esportiva, além de piscina aquecida para a recuperação de pacientes usando a hidroterapia. Também visitou a estrutura o mais famoso cirurgião de joelho da atualidade, o americano Freddie Fu, com quem Lucio Ernlund fez especialização nos Estados Unidos em cirurgia de joelho.

Os médicos estrangeiros estavam em Curitiba para participar do Congresso Brasileiro e Latino Americano de Artroscopia e Traumatologia do Esporte, que contou com palestras do atual chefe do departamento médico da seleção brasileira de futebol, Rodrigo Lasmar, e de seu antecessor, José Luiz Runco, que chefiou o departamento de 1998 a 2014.

Médicos vieram de sete países diferentes Créditos: Valterci Santos