Quanta é a única clínica brasileira em estudo mundial sobre o câncer de próstata

O médico nuclear Juliano Cerci, diretor do Serviço de PET/CT da Quanta Diagnóstico e Terapia

A pesquisa avaliará a eficácia de novo traçador de PET/CT para aumentar as curas em pacientes com voltam a ter a doença

A Quanta Diagnóstico e Terapia é o único centro diagnóstico do Brasil a participar de uma pesquisa mundial, organizada pela Agência Internacional de Energia Atômica da ONU, para avaliar com o exame de PET/CT pacientes que voltam a ter câncer de próstata. “O objetivo é avaliar um traçador novo que usamos nos exames de PET em pacientes que têm recidiva de câncer de próstata, identificando o local da doença o mais breve possível. Nós acreditamos que essa avaliação de forma mais precoce deve ter um impacto no tratamento e na sobrevida dos pacientes”, conta o médico nuclear Juliano Cerci, diretor do Serviço de PET/CT da clínica.

O estudo acaba de ser iniciado e terá a duração de, no mínimo, cinco anos. Participam 19 centros em diversos países. O Dr. Juliano Cerci explica que a clínica brasileira terá uma contribuição significativa na pesquisa, pois é uma das poucas que já tem experiência em novas tecnologias de PET/CT. “Nós, a Itália e a Índia devemos ser os países com maior recrutamento de pacientes, pois temos esse tipo de avaliação já bem estruturado, enquanto muitos países ainda estão instalando a tecnologia”, revela.

Estão sendo recrutados para a pesquisa pacientes encaminhados por oncologistas, urologistas ou cirurgiões. São pacientes que já trataram câncer de próstata por radioterapia ou protastectomia total (que é a retirada da próstata) e acabaram tendo novamente a doença – no caso, a recidiva que é detectada por exame de sangue. “Mas, o perfil de pacientes que estudaremos são aqueles com nível de alteração do PSA no sangue bem baixo, para que o nível de carga tumoral seja baixa também e, assim, permita estratificar o risco do paciente já no início e encaminhar para a melhor terapia possível”, esclarece Dr. Juliano Cerci.

Os tratamentos serão de acordo com a necessidade de cada caso e poderão ser desde cirurgia, radioterapia e até a quimioterapia. “O médico também poderá escolher outras alternativas. Uma delas é da própria Medicina Nuclear com a aplicação do Rádio 223”, observa.

 

Sobre a Quanta Diagnóstico e Terapia
Fundada em 2003, a Quanta Diagnóstico e Terapia está localizada na cidade de Curitiba e oferece exames de cintilografia, tomografia computadorizada com 128 cortes, angiotomografias coronariana e vascular, escore de cálcio, PET-CT, biópsias, tratamentos para câncer de tireoide e dor óssea no câncer, ecocardiograma, eletrocardiograma, teste ergométrico e MAPA. Ainda conta com o serviço de Cardio-Oncologia, que ajuda a detectar e monitorar problemas cardiovasculares em pacientes oncológicos.

A clínica mantém o Departamento de Inovação, que realiza pesquisas e estudos para novos protocolos nos tratamentos cardiológicos e de câncer e participa do Vale do Pinhão, ecossistema de inovação da Agência Curitiba de Desenvolvimento SA e Prefeitura Municipal de Curitiba que apoia iniciativas inovadoras de empresas locais. Desde 2007, também tem um acordo de cooperação com a Agência Internacional de Energia Atômica da ONU e, recentemente, começou a participar de um programa da agência: o QUANUM, que realiza auditorias para aprimorar a qualidade e a segurança dos exames de medicina nuclear em todo o mundo. Mais informações no site www.quantadiagnostico.com.br.