Saiba mais sobre a importância dos equipamentos no Motocross

O Motocross é um dos entretenimentos mais populares entre as pessoas que curtem aventura e esportes radicais. Trata-se de uma modalidade desportiva praticada sobre as motos de estilo Enduro. O Motocross (ou MX, MotoX) é, simplificando, a forma mais popular do mundo de corrida de motocicletas. São várias as categorias existentes no Motocross, como: Arenacross, Trial e Enduro.

 

Especialmente quando se trata do Motocross, é preciso ficar atento, pois, mais cedo ou mais tarde o condutor vai ter a triste experiência de cair. Para evitar danos a saúde e a integridade física do profissional, é de extrema importância que os profissionais usem equipamentos de segurança para que possam praticar essa modalidade desportiva de forma segura.

 

Ter a consciência de que é preciso proteger o seu corpo, pode ser o diferencial quando se tem uma queda brusca na prática do Motocross, pois, há alguns obstáculos em que o condutor não consegue seguir adiante e acaba caindo. Para minimizar os possíveis danos de uma queda e evitar lesões sérias, o essencial é que o atleta esteja sempre usando equipamentos de Motocross para se proteger. É importante também que esses equipamentos sejam de ótima qualidade, para resistir a fortes impactos e proteger o condutor da moto. Mas engana-se muito quem acha que basta ter um bom capacete e uma roupa apropriada para estar bem protegido.

 

Não é que o capacete e as roupas especiais para motociclismo não sejam mais  itens de extrema importância para a prática do Motocross, mas é que somente eles, não bastam, pois tratam-se de equipamentos de proteção muito básicos e podem deixar a desejar em outras partes do corpo.

 

As luvas de Motocross, por exemplo, são equipamentos de suma importância, mesmo em passeios curtos, pois, embora algumas pessoas achem desconfortável ou simplesmente não gostem de usar, elas têm um papel importante na proteção das mãos do condutor. Apesar de serem ignoradas pela maioria dos motociclistas, as luvas estão em segundo lugar na escala de importância dos equipamentos de proteção, logo atrás do capacete.

 

Além disso, uma lesão ou dano grave nas mãos se torna de difícil recuperação por ser uma região com movimentos delicados e muita flexibilidade, e pode provocar sequelas irreversíveis.


Outro motivo para usar luvas é o conforto. Embora a adaptação seja mais lenta para algumas pessoas, sem elas rapidamente o motociclista ganhará calos na palma das mãos e dedos.

 

Modelos de couro oferecem maior proteção e seguram bem a chuva, portanto vale gastar um pouco mais neste tipo clássico – há também modelos de nylon, cordura impermeáveis. Se não aprovar o calor que elas geram, opte por um modelo de tecido com reforços para as palmas e parte superior dos ossos das mãos (as cabeças dos metacarpos). Valores: comum de R$ 90 a R$ 400; couro de R$ 120 a R$ 600.

 

Outro equipamento de bastante importância na prática do Motocross são os óculos. Por mais que em curto prazo não seja perceptível, o motociclista está exposto aos raios ultravioletas (UV) do sol, que podem causar prejuízos diversos à saúde da sua visão: desde inflamações da córnea e da conjuntiva, desenvolvimento de catarata ou a mesmo a perda da visão. Por isso, recomenda-se o uso de lentes protetoras que eliminem até mais de 99% dos raios UV.

 

Dentre as diversas opções de óculos para Motocross disponíveis no mercado prefira usar óculos escuro de acetato (tipo de plástico) por dentro do capacete, pois, em caso de impacto de algum objeto contra os óculos, há casos das bases da armação de metal penetrar no nariz. Modelos de plástico, anatômicos junto ao nariz, não oferecem esse risco. Opte por lentes de policarbonato, pois são as mais resistentes contra impacto de objetos “voadores”. Atualmente há capacetes com lentes escuras retráteis, que dispensam uso de óculos escuros.