Um loft para inspirar

Em sua sexta participação na Mostra Artefacto Curitiba a arquiteta Caroline Andrusko assina um loft em homenagem à estilista Tatiana Hyczy, da Compagnia Internazionale, com inspirações de um mix de materiais e sobreposições

Inspirada em traços que buscam equilíbrio e harmonia de diferentes materiais, a arquiteta Caroline Andrusko transformou 62m² em um loft atemporal e elegante que homenageia a estilista Tatiana Hyczy, da Compagnia Internazionale. Os elementos escolhidos geram uma combinação única criando dinamismo e personalidade que remetem ao trabalho da estilista, que é responsável por vestidos que retratam a mulher atual com poder e elegância.

O Loft, pensado como ideal para um casal que busca as tendências de design e moda, evidencia que um espaço funcional e dinâmico pode ter sofisticação, estilo e elegância em sua composição, mostrando como os universos da moda e da arquitetura podem conviver.

Os principais destaques são a sobreposição e jogos de volumes na combinação de materiais e texturas – como o inox gold que aparece em alguns detalhes de painéis desenhados pelo escritório, em peças leves e suaves e também na estrutura de várias peças da loja; uma cortina metálica que reflete a mistura de materiais em elementos do espaço; formas arredondadas no mobiliário que imprimem uma ideia de fluidez criando um espaço mais dinâmico; Mármore Bronze Armani combinados com madeira e tecidos nobres; e obras de arte e composição de peças da Compagnia Internazionale Casa, salientando que os detalhes são primordiais e exaltam a essência, assim como as criações de Tatiana.

A paleta de cores do Loft segue as tonalidades predominantes nos projetos do escritório de Caroline Andrusko, com neutros off white ao fendi escuro, intencionando proporcionar aconchego, acolhimento e atemporalidade. Os tons foram cautelosamente trabalhados com os acabamentos para garantir a composição ideal.

No mobiliário o living apresenta dois sófas Coquilles, que têm linhas mais orgânicas, considerada hoje uma tendência na arquitetura; mesas de centro sobrepostas que criam volumes, trazendo movimento ao espaço; e duas poltronas Brompton compondo com aparadores com cavalete Tower. No bistrô há uma mesa central redonda, a Moon, com quatro cadeiras estofadas Jackie; e duas poltronas Flicker e uma mesa lateral Halston no espaço de descanso do bistrô. No quarto a cabeceira Mira II compõe com uma cama e criados laterais Juliet II; o aparador Hyden cria um espaço para trabalho; a poltrona Jeff para descanso e a cômoda Greta para apoio. Além destes, o Loft traz pendentes assinados pelo design Tom Dixon, que destacam-se em uma composição sobre a mesa do bistrô, e uma luminária de mesa assinada por Altherr Molina no quarto.

 

 

Foto: Edison Garcia

 

Foto: Edison Garcia

 

Foto: Edison Garcia