Cuidado com a hipertensão deve ser constante

O avanço da expectativa de vida, o ritmo da vida urbana e os hábitos, principalmente alimentares, incorporados pela população adulta agravaram a prevalência da Hipertensão Arterial Sistêmica, a Pressão Alta.

Levantamento divulgado pela OMS (Organização Mundial da Saúde) aponta que a Hipertensão Arterial Sistêmica provoca o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Por meio de 22 inquéritos populacionais, constatou-se alta prevalência de hipertensão, cerca de 32% dos adultos. O diagnóstico chega a mais de 50% em indivíduos entre 60 e 69 anos e alcança 75% naqueles com mais de 70 anos. https://goo.gl/XhfQ1w.

“A hipertensão arterial pode desencadear uma série de outras complicações e reduzir significativamente a expectativa e qualidade de vida das pessoas”, alerta Dr. Pedro Oliveira, diretor médico da ePharma, empresa líder no mercado de assistência de benefícios farmacêuticos e de soluções para gestão de programas de saúde.

Também denominada como Hipertensão Arterial Essencial, não tem causa identificada e apresenta forte traço de hereditariedade. Segundo o médico, a hipertensão também é conhecida como um mal silencioso, pois não há sintomas ou eles só são percebidos em fase mais avançadas ou quando a pressão aumenta de forma abrupta e exagerada. “A visita regular ao médico e, se necessário, a realização de exames, ajudam o profissional indicar o tratamento adequado”, diz o especialista.

Por estes motivos, ele lembra que, “para indivíduos não diagnosticados, a contínua monitoração deve ser um diferencial”.  Os pacientes hipertensos têm propensão a desenvolver outras doenças do coração e outras decorrentes da enfermidade como aterosclerose e trombose. “A orientação do especialista é fundamental para a correta medicação e mudança do estilo de vida”, aponta o diretor da ePharma.

A redução do consumo de sal é essencial no tratamento da hipertensão. Além disso, hábitos alimentares saudáveis e atividades físicas regulares contribuem para a melhoria da qualidade de vida do paciente. Também são fatores de risco da doença: fumo, sedentarismo, abuso de bebida alcoólica, obesidade, diabéticos e pessoas que têm hipertensos na família.

 

A ePharma

Referência em gerenciamento de benefícios farmacêuticos no Brasil desde 1999, a ePharma desenvolve soluções inovadoras para acesso e adesão a medicamentos oferecendo gestão e orientação especializada. Inovação, integração e cuidado em saúde são os pilares que sustentam a estratégia da companhia para atendimento aos seus clientes.

A ePharma está conectada a mais de 24 mil farmácias em mais de 2.700 municípios em todo o Brasil. São 28 milhões de usuários atendidos por ano em planos de medicamentos. A empresa realiza 6,5 mil procedimentos por mês em mais de 1,3 mil clínicas e laboratórios credenciados. Além disso, 40 mil pacientes são monitorados por mês em PSPs (Programas de Suporte a Pacientes) de indústrias farmacêuticas e operadoras de saúde. A empresa atende 200 clientes corporativos, 19 indústrias e 7 operadoras no país.

 

edmir@libris.com.br