Foz do Iguaçu recebe Mutirão de Prevenção ao Câncer Colorretal

Foz do Iguaçu/RS recebe o 11º Mutirão de Prevenção ao Câncer Colorretal, no dia 19 de setembro, que nessa vez será produto da parceria entre a Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (SOBED) e a Sociedade Brasileira de Coloproctologia (SBCP), por ocasião do 66º Congresso Brasileiro de Coloproctologia. A ação reafirma o compromisso de ambas as Instituições em promover a conscientização a respeito da doença, realizando aproximadamente 50 colonoscopias no Hospital Ministro Costa Cavalcanti em pacientes pré-selecionados nas Unidades de Saúde do município.

Um dos destaques dessa edição é a oportunidade de apresentar este movimento a dois expoentes internacionais: a canadense Dra. Linda Rabeneck, presidente do Comitê de Prevenção de Câncer Colorretal da World Endoscopy Organization (WEO), e o japonês Dr. Takashi Toyonaga, professor  do Departamento de Endoscopia do Kobe Universiy Hospital.

“Usamos esse evento como potencializador da conscientização a respeito do câncer de cólon e reto, um dos mais frequentes na população brasileira e que, diferentemente do de mama e próstata, não conta com políticas públicas efetivas para seu combate”, afirma o Dr. Lix Alfredo Reis de Oliveira, coordenador da Comissão de Mutirões e Prevenção de Câncer Colorretal da SOBED.

Os pacientes que tiverem diagnósticos de doenças, como pólipos ou câncer, serão encaminhados para tratamento na rede municipal. “Usamos o Mutirão como ferramenta que nos permite identificar lesões pré-malignas e o câncer precocemente, aumentando a chance real de cura”, assegura o Dr. Lix, um dos organizadores e idealizador do evento.

“Além de colaborarmos para a redução da fila para colonoscopia nos serviços públicos de saúde, haverá a grande oportunidade de informar os acompanhantes desses pacientes, que chegam motivados para conhecer mais sobre esse tipo de câncer e sua prevenção. Todos poderão ser orientados a respeito da importância da doença e dos mecanismos de rastreio e combate,  tornando-sedivulgadores dessas informações em suas comunidades e famílias”, analisa a Dra. Maria Cristina Sartor, membro da Comissão de Mutirões e Prevenção de Câncer Colorretal da SOBED e presidente da SBCP.

Os exames serão aplicados em indivíduos entre 50 e 65 anos, com resultado positivo na pesquisa de sangue oculto nas fezes e que não integram nenhum grupo de risco para o câncer de cólon e reto.

Mais sobre o Câncer Colorretal

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), 3.190 pessoas devem ser diagnosticadas com câncer colorretal em 2017 – configurando este como o segundo mais comum entre as mulheres e o terceiro na população masculina. Em todo o País, esse número deve ultrapassar a marca de 34 mil pacientes.

Abrangendo tumores que agridem o intestino grosso, o câncer colorretal pode manifestar sinais como sangramento anal, eliminação de sangue ou muco nas fezes e alteração do hábito intestinal, seja com diarreia, seja com constipação. A colonoscopia é exame de grande importância para o diagnóstico precoce e seguimento destes pacientes.

Serviço
Mutirão de Prevenção de Câncer Colorretal
Data: 19 de setembro
Horário: 8h às 18h
Local: Hospital Ministro Costa Cavalcanti
Endereço: Av. Gramado, 580, Vila A” — Foz do Iguaçu/PR

Sobre a SOBED
Com 24 unidades estaduais, a Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (SOBED) é uma entidade nacional que representa atualmente mais de dois mil associados. Criada em consonância com o início dos procedimentos endoscópicos no País na década de 1970, possui história baseada em conquistas e avanços na endoscopia digestiva brasileira.

Sobre a SBCP
A Sociedade Brasileira de Coloproctologia é uma sociedade de especialidade que existe desde 12 de setembro de 1934 e representa mais de 1600 associados dedicados ao estudo das doenças colorretais. Tem representatividade em todos os Estados da Federação, por meio de 8 Unidades Regionais, regulamentando o ensino e a atividade da especialidade.

karinamorais@rspress.com.br