A 90 km/h, paranaense desafia ‘temida serra’ e vence competição de triciclos turbinados

A Serra do Rio do Rastro (SC) recebeu, neste sábado (7), a terceira edição do Red Bull Trike Strike, competição da modalidade “Drift Trike”, triciclos que misturam rodas de bike e de kart. Sob condições desafiadoras, com bastante neblina na serra, o paranaense Felipe Farias conseguiu ter maior domínio do carrinho e levou o título do evento, após encarar duas baterias classificatórias e uma descida final, manobrando por mais de 20 curvas.

Quarenta atletas, de diferentes cidades brasileiras e de países como Colômbia e Argentina, disputaram o evento, descendo a Serra do Rio do Rastro com seus trikes. Eles largaram em ordem estabelecida por sorteio e, na segunda descida, inverteram o grid para definir os finalistas.

Na final, os 20 melhores pilotos tiveram uma única descida para decidir o campeão. A regra foi simples: ganhava quem chegasse primeiro. Felipe Farias, de Londrina (PR) e praticante de trike há cinco anos, foi o mais rápido, ocupando o lugar mais alto do pódio, seguido pelo paulista Sidnei de Mattos e pelo mineiro Lucas Ribeiro em segundo e terceiro lugares, respectivamente.

“Essa pista é uma insanidade, no sentido mais positivo da palavra. Consegui aproveitar muito bem as duas primeiras descidas classificatórias para entender bem o percurso e desenhar minha estratégia, o que me fez chegar na final preparado. Vários fatores fazem da Serra uma locação perfeita para essa competição: as curvas, o clima, a dificuldade técnica, o fato de ninguém ter competido aqui antes. Estou muito feliz com a vitória”, afirmou o campeão Felipe Farias.

Foram aproximadamente 4 km de trajeto, com mais de 20 curvas sinuosas, que exigiram bastante técnica por parte dos pilotos, principalmente na hora de decidir entre aumentar ou diminuir a velocidades dos trikes.

“Foi um evento muito legal. Todo mundo curtiu e se respeitou durante toda a prova. Todos terminaram a prova muito felizes, empolgados e dizendo que já querem voltar e que poderia ser uma descida só e já estariam satisfeitos”, contou Rafael Demmer, presidente da Federação Brasileira de Drift Trike.

Essa foi a terceira edição do Red Bull Trike Strike, que já aconteceu por dois anos seguidos em Minas Gerais. Em Santa Catarina, o evento contou com o apoio do Governo do Estado de Santa Catarina, Deinfra, Swizee e Polícia Rodoviária Estadual de Santa Catarina.

Pódio do Red Bull Trike Strike 2017

1. Felipe Farias (Londrina, PR)
2. Sidnei de Mattos Prado (Arujá, SP)
3. Lucas Ribeiro Miranda (Pará de Minas, MG)

kaique.ferreira@canoacomunicacao.net