Ainda sem cura, psoríase possui tratamento e pode ser controlada

No próximo dia 29 de outubro é o Dia Nacional de Conscientização da Psoríase. Doença relativamente comum entre homens e mulheres e que afeta cerca de 5 milhões de brasileiros, a psoríase é uma doença inflamatória da pele, crônica e autoimume. Segundo a dermatologista da Neoderme e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Giseli de Mattos Diosti Stein, é importante que a população se informe sobre a doença pois o preconceito ainda é grande.

Veja também:
:: Dicas de alimentos para uma pele bonita

:: Atividade física faz bem para o corpo e para a pele

:: Os benefícios da drenagem linfática

“A psoríase se caracteriza por lesões descamativas e avermelhadas, normalmente em forma de placas. As áreas mais atingidas costumam ser o couro cabeludo, tronco, cotovelo e joelho. Infelizmente o preconceito em relação aos pacientes que têm essa doença ainda é considerável, já que muitos pensam ser uma doença contagiosa, e não é. Há tratamentos que ajudam a controlar a doença e oferecem ao paciente uma boa qualidade de vida”, resumiu a especialista.

Pensando em esclarecer as dúvidas sobre a psoríase, a doutora Giseli listou 5 mitos e verdades sobre a doença. Confira:

1 – A genética é a única causa da psoríase.
Mito. A psoríase é uma doença inflamatória que afeta a pele e articulações. Além da genética, os fatores imunológicos, psicológicos e ambientais, além de traumas e irritações na pele, também influenciam no seu surgimento.

2 – A psoríase é contagiosa.
Mito. Não existe nenhum risco de contágio da doença. Pacientes com psoríase podem e devem levar uma vida normal.

3 – A psoríase não tem cura.
Verdade. A psoríase é uma doença crônica. Existem inúmeros tratamentos para a doença, desde cremes e pomadas, fototerapia, medicamentos orais e até injetáveis, que podem alcançar um excelente controle da doença, porém ainda não se pode falar em cura.

4 – O sol é um grande aliado para pacientes com psoríase.
Verdade. A exposição solar moderada é um excelente tratamento para a psoríase, pois o sol age como um anti-inflamatório para a pele.

5 – Situações de estresse podem piorar a doença.
Verdade. O estresse é um dos fatores que causam agravamento da doença. Outros fatores que fazem a psoríase piorar são o cigarro, álcool, infecções, alguns medicamentos, frio e obesidade.

Nas crises, cuide com a hidratação!
Para amenizar as crises de psoríase, a dica é não se esquecer da hidratação e da exposição solar. “A exposição solar moderada é um excelente tratamento para quem tem a doença. Outras dicas quando a crise de psoríase aumentar são intensificar a hidratação da pele e evitar banhos quentes e demorados”, esclareceu Giseli.

Procure um médico dermatologista
A especialista comentou sobre os sintomas e também lembrou que o médico dermatologista é o profissional responsável pelo diagnóstico da doença. “É importante que o paciente fique atento aos sintomas, tais como lesões avermelhadas, cobertas por escamas esbranquiçadas que afetam a pele, especialmente em cotovelos, couro cabeludo, joelhos, unhas, palmas das mãos e plantas dos pés. Outro ponto que vale ressaltar é que por meio de exame clínico conseguimos diagnosticar a doença. Em alguns casos é necessário fazer uma biópsia”, finalizou.

Sobre Giseli de Mattos Diosti Stein
Giseli de Mattos Diosti Stein é graduada em Medicina pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), especialista em Clínica Médica pelo Hospital de Clínicas da UFPR e especialista em Dermatologia pelo Serviço de Dermatologia do Hospital de Clínicas da UFPR. Possui título de especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), é membro efetivo da SBD e membro efetivo da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD). Também é membro efetivo do Grupo Brasileiro de Melanoma (GBM) e membro efetivo do International Academy of Cosmetic Dermatology (IACD).

Sobre a Neoderme
A Neoderme é a mais nova referência nas áreas de dermatologia clínica, cirúrgica e cosmética de Curitiba. Com equipe multidisciplinar, a clínica possui estrutura moderna, espaço aconchegante e tecnologia de ponta, sempre comprometida com a ciência, ética médica e bem-estar dos pacientes.

Localizada no bairro Batel, a Neoderme conta com localização privilegiada e possui amplo horário de atendimento: de segunda a sexta, das 8h às 20h, e aos sábados, das 9h às 13h.

Serviço:
Neoderme
Endereço: Rua Carneiro Lobo, nº 468, 12º andar / Centro Empresarial Champs Elysees
Bairro: Batel / Curitiba – PR
Telefone: (41) 3077-5060
Horário de atendimento: segunda a sexta, das 8h às 20h; sábado, das 9h às 13h.
Atendimento telefônico: das 8h às 18h
Site: www.neoderme.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/neoderme/
Instagram: www.instagram.com/neoderme

Contato Assessoria de Imprensa: Geziane Diosti
E-mail: comunicacao@neoderme.com.br