Brasil tem nova opção de tratamento para esclerose múltipla

O Brasil acaba de ganhar um reforço importante no tratamento da esclerose múltipla (EM), doença neurológica, crônica e autoimune que atinge 35 mil pessoas¹ no país. Os principais diferenciais da nova opção terapêutica, aprovada pela Anvisa e que em breve estará disponível em todo o território nacional, envolvem mais praticidade e melhor adesão por parte do paciente, que passa a precisar de apenas três aplicações semanais para controlar a doença, reduzindo em até 60%² o número de injeções em comparação à formulação atual de COPAXONE® 20mg/ml, disponível no SUS desde 2002.

A eficácia e segurança do COPAXONE® 40mg/ml foram comprovadas em um amplo estudo chamado GALA1, que mostrou uma redução de 34% na taxa de surtos dos portadores da EM submetidos ao medicamento. Com um perfil de segurança e tolerabilidade eficiente, a nova apresentação também mostrou um desempenho de destaque com a diminuição acentuada (36%) no que se refere à incidência de reações no local da aplicação das injeções 3-4.

“A aprovação é um marco para o paciente que sofre de esclerose múltipla no Brasil. É muito gratificante e inspirador conseguir trazer uma nova opção terapêutica embasada na tradição de sucesso da Teva em desenvolver e trabalhar programas abrangentes de doenças crônicas, sempre com equipes qualificadas e experientes. Nosso objetivo é sempre oferecer o que há de melhor para impactar positivamente na qualidade de vida das pessoas”, explica Tony Piha, diretor médico da Teva. Nesse contexto, após o processo de aprovação de preço, a companhia dará entrada para a incorporação do medicamento no Sistema Único de Saúde (SUS), respeitando e cumprindo sempre as etapas e os prazos inerentes ao processo.

A Esclerose Múltipla

A esclerose múltipla (EM) é uma doença inflamatória neurológica, crônica e autoimune que é caracterizada por um acometimento do sistema nervoso central. Os sinais e sintomas são decorrentes do curso clínico da doença e caracterizado, de maneira mais frequente, por surtos seguidos de períodos de remissões. Em geral, a EM afeta mais os adultos jovens em idade produtiva, principalmente as mulheres entre 20 e 40 anos 1-5.

Sobre a Teva

A Teva é uma das maiores empresas globais no setor farmacêutico e oferece soluções com alta qualidade voltadas para a melhora da qualidade de vida dos pacientes. Com sede em Israel, a Teva é o maior produtor de medicamentos genéricos do mundo, valendo-se de um portfólio com mais de 1.800 moléculas para produzir uma ampla gama de produtos genéricos para quase todas as áreas terapêuticas. Além disso, a Teva tem uma posição de liderança mundial em tratamentos inovadores para doenças do sistema nervoso central, incluindo a dor, bem como um forte portfólio de produtos para a área respiratória. A divisão de Pesquisa e Desenvolvimento da Teva integra medicamentos genéricos e de marca, criando novas formas de abordagem para as diferentes necessidades dos pacientes combinando o desenvolvimento de novas drogas com dispositivos, serviços e tecnologias. No Brasil desde 2006, a empresa oferece produtos para Saúde Feminina, Oncologia, Respiratória, Neurologia, Hematologia e Infectologia. A receita líquida global da Teva totalizou US$ 21,9 bilhões em 2016.

Referências:

  1. http://abem.org.br/esclerose/o-que-e-esclerose-multipla/
  2. Khan O et al. Ann Neurol. 2013; 73(6): 705–713.
  3. COPAXONE® (glatiramer acetate) 40 mg/ml Summary of Product Characteristics.
  4. Comi G et al. European-Canadian Glatiramer Acetate Study Group.
  1. http://www.cadastro.abneuro.org/site/conteudo.asp?id_secao=31&id_conteudo=59&ds_secao=per

vinicius@tinocomunicacao.com.br

Talvez você se interesse por estes artigos

No sábado, 23 de fevereiro, das 9h às 12h, mais de vinte instituições, participam na Boca Maldita, em Curitiba, das comemorações do Dia Mundial de...
Fechar Menu