Pesquisa revela os medicamentos e itens de perfumaria mais buscados em Curitiba

Um levantamento feito pelo Consulta Remédios, site e app comparador de preços de medicamentos e produtos de perfumaria, revela os remédios e itens de perfumaria mais buscados em Curitiba durante o mês de setembro.

O líder do ranking é o Mirena, DIU, que custa entre R$ 769,00 e R$ 935,02, com variação de preço de 43%. Já o segundo colocado é o Xarelto, anticoagulante, com variação de preço similar – 48%. Completa o pódio o Anastrozol, medicamento para tratamento do câncer de mama inicial em mulheres na pós-menopausa, sendo que este é o campeão de oscilação de preço: 1.092%.

Entre os produtos de perfumaria, o mais buscado é o Condres Colágeno – Com 30 cápsulas, que custa de  R$ 109,49 a R$ 176,60, com variação de 61%. O bicampeão de popularidade em Curitiba é o Nan Supreme 1, com preços que oscilam entre  R$ 74,75 e R$ 44,90, o que corresponde a variação de 66%. O terceiro do ranking também é o Condres Colágeno, mas a caixa com 60 cápsulas, por isso um pouco mais cara: de R$ 180,60 e R$ 252,54. Este varia de valor um pouco menos: 40%.

“Alguns fatores podem justificar a diferença de preços entre medicamentos e a carga tributária é um dos principais. O ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), por exemplo, varia muito para cada estado e há uma série de outros parâmetros que também interferem nesta tarifação. No Brasil, os preços de remédios são regulados por órgãos específicos e monitorados pela Anvisa, e também há penalidades previstas em caso de descumprimento das regras”, explica Paulo Daniel Vion, CEO do Consulta Remédios.

*Veja as tabelas:

Sobre o Consulta Remédios
Consulta Remédios é um site e app comparador de preços de medicamentos e produtos de perfumaria. O objetivo é auxiliar o consumidor com informações expostas de maneira simples, facilitando o entendimento sobre os produtos pesquisados e comparando preços em mais de 2.800 lojas, desde grandes redes de farmácias a farmácias independentes, em todo o Brasil. O site, que foi lançado em 2000, mas se converteu em metabuscador apenas em 2012, recebe mais de 6,5 milhões de visitas por mês de consumidores, que têm acesso a mais de 65 mil produtos entre medicamentos e artigos de saúde e beleza. Além da busca geolocalizada pelo melhor preço, que permite ao usuário inserir o seu CEP e encontrar lojas que entregam com agilidade em sua região, os consumidores têm acesso a informações detalhadas dos produtos. Os clientes podem, inclusive, baixar a bula em PDF para ler e obter informações sobre genéricos e similares para apoiar sua decisão de compra. Site: www.consultaremédios.com.br  – App para Android https://goo.gl/bchW8u e app para iOS: https://goo.gl/pJ1JRY

mcortez@singcomunica.com.br