Segunda edição do Festival de Teatro Infantil “Era uma vez…eram duas, eram três” começa em novembro

Era uma vez o primeiro festival de contos de fadas do Brasil. Com a proposta de apresentar releituras de clássicos da literatura infantil, o Festival de Teatro Infantil “Era uma vez…eram duas, eram três” chega a sua segunda edição. De novembro de 2017 a março de 2018, Curitiba recebe cinco montagens inéditas de leituras já consagradas: “Alice no País das Maravilhas”, “Os Três Mosqueteiros”, “Peter Pan”, “Pinóquio” e “Os Três Porquinhos”. “A ideia é democratizar o acesso à cultura e incentivar a formação de jovens plateias por meio de releituras com linguagens contemporâneas, lúdicas e que priorizam a pesquisa, a estética e a dramaturgia”, explica Carolina Montenegro, sócia da Montenegro Produções Culturais – idealizadora do projeto. Os espetáculos acontecem uma vez por mês, aos sábados e domingos, sempre às 16h, no Teatro Bom Jesus. Toda a renda arrecadada na bilheteria será revertida ao Hospital Pequeno Príncipe, instituição beneficiada pelo projeto.

Contemplando diversas linguagens – como música, dança, poesia e teatro de sombras – as quatro primeiras montagens são assinadas pela Cia do Abração, que buscou introduzir um pouco da nossa cultura em obras consideradas universais. “O contar histórias sempre foi a base da transferência cultural entre as gerações. Isto nos dá possibilidade de um futuro com memória. Por isso, procuramos recontar essas histórias buscando identidade naquilo que é universal. E tudo através dos contos de fadas e seus encantamentos”, revela Letícia Guimarães, diretora da companhia.

Para tornar a ida ao teatro uma experiência ainda mais especial para os pequenos, o foyer do Teatro Bom Jesus vai receber uma intervenção assinada pela artista plástica Sandra Hiromoto. Seis telas representando diferentes personagens de cada adaptação compõem uma pequena mostra. O objetivo é aproximar ainda mais as crianças e as artes. “Minhas obras sempre tiveram uma aproximação com o universo infantil, muito em função de seus elementos e suas cores alegres e contrastantes. Durante o Festival, vamos colocar as pinturas na linha visual das crianças, para que elas se sintam em um museu, em uma exposição criada especialmente para elas”, afirma a artista.

Idealizado pela Montenegro Produções Culturais – responsável também pelo III Festival de Teatro Infantil Brinque – Folclore do Brasil – o Festival de Teatro Infantil “Era uma vez…eram duas, eram três” foi desenvolvido com incentivo fiscal, por meio da Lei Rouanet, com apoio do Ministério da Cultura e o patrocínio de DHL Logistics Brazil, Mili, Veirano e Advogados Associados, Neovia Infraestrutura Rodoviária, Grupo InBetta, Flexoprint, Frameport, Westaflex Tubos Flexíveis, JotaeMe Fitafer, Dacar Química do Brasil, Abase Comércio e Representações, Orsegups, Recco Confecções, Germer Porcelanas, Engepeças Equipamentos e Fagundez Distribuição. O projeto ainda realizou, como contrapartida voluntária, oficinas de bonecos de pano e contações de histórias para crianças hospitalizadas no Hospital Pequeno Príncipe. As ONGs ACRIDAS-Associação Cristã de Assistência Social, Asilo São Vicente, Associação São Roque, Lar Moisés e Transforme Sorrisos receberão ingressos de cortesia para os espetáculos.

Após reunir um público de mais de 5 mil espectadores em sua primeira edição – realizada em 2014 e que contemplou os clássicos “A roupa nova do rei”, “O flautista de Hamelin”, “Rapunzel”, “A Bela e a Fera”, “O gato de botas” e “O Mágico de Oz” – a segunda edição do Festival de Teatro Infantil “Era uma vez…eram duas, eram três” estreia com uma releitura de “Alice no País das Maravilhas”, nos dias 11 e 12 de novembro, às 16h, no Teatro Bom Jesus.

 

Festival “Era uma vez…eram duas, eram três

Data: de novembro de 2017 a março de 2018

Local: Teatro Bom Jesus – Rua 24 de maio, 135 – Centro

Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada)

Classificação: Livre – Indicada para todas as idades