ALE é classificada como visionária no Quadrante Mágico do Gartner de infraestrutura LAN com fio e sem fio

• Este é o sexto ano consecutivo que a ALE é classificada como Visionária no Quadrante Mágico do Gartner de infraestrutura de acesso LAN com fio e sem fio
• As tecnologias da Alcatel-Lucent Enterprise ‘Unified Access’, ‘Intelligent Fabric’ e as tecnologias de gerenciamento de rede da ALE também foram avaliadas
• A empresa oferece a tecnologia wireless OmniAccess® Stellar e a mais recente tecnologia para switching com suporte para a Internet das Coisas (IoT)

A ALE, que atua sob a marca Alcatel-Lucent Enterprise, foi classificada pelo Gartner como visionária no “Quadrante Mágico do Gartner de infraestrutura de acesso LAN com fio e sem fio”, publicado no dia 17 de outubro de 2017 por Tim Zimmerman, Christian Canales e Bill Menezes.* O resultado marca a sexta vez consecutiva que a Alcatel-Lucent Enterprise foi reconhecida como visionária no relatório dessa área.

De acordo com o levantamento, “um fornecedor no quadrante de Visionários demonstra capacidade de aumentar seus recursos para oferecer uma abordagem única e diferenciada para o mercado. Um visionário inova em uma ou mais áreas fundamentais de acesso a camadas de tecnologia na empresa (por exemplo, convergência, segurança, gerenciamento ou eficiência operacional). A capacidade de aplicar funcionalidades que diferenciam a empresa em toda a camada de acesso vai causar impacto em sua posição”.
A novidade no portfólio de rede da Alcatel-Lucent Enterprise são os OmniAccess Stellar Wireless Access Points, que permitem que a ALE responda rapidamente a novas exigências por verticais, ao mesmo tempo em que entrega uma solução segura e unificada, simplificando as operações de TI. O Alcatel-Lucent OmniVista® 2500 oferece gerenciamento unificado LAN/WLAN, com acesso e política de controle unificados em todo os produtos OmniAccess Stellar WLAN e OmniSwitch®. Ações de automação também estão disponíveis no Intelligent Fabric, da Alcatel-Lucent Enterprise, o que permite que a configuração automática da rede seja feita em seu núcleo e nas suas camadas de acesso. Isso simplifica tarefas de rotina relacionadas a ações como movimentações, adi&ccedi l;ões e modificações, ao mesmo tempo em que reduz os custos operacionais e a complexidade no ambiente de tecnologia entre 30% a 50%. Em 2017, a ALE também anunciou a expansão da linha de produtos OmniSwitch com um switch de acesso robusto, ideal para instalações industriais ou em ambientes externos de IoT.

O relatório mostra ainda que “os clientes continuam a relatar ao Gartner, por consultas, interações ou pesquisas, que as novas estratégias de negócios com implantação em IoT são acompanhadas de um grande número de endpoints para a rede de acesso da empresa. Esses novos dispositivos exigem novas capacidades de exploração e localização, além de novas funcionalidades de segurança e provisionamento para serem adicionadas ao ambiente da rede (uma vez que diversos dispositivos de IoT não possuem teclados ou telas). E também demandam novos recursos de gerenciamento. As novas funcionalidades devem ser parte de uma camada de acesso RFP ou a organização corre o risco de aumentar a superfície de ataques em dispositivos desconhecidos ou não gerenciados. Além de se mostrarem incapazes de atender &ag rave;s exigências de níveis de serviço para usuários finais autorizados”.
“Para a ALE, o sucesso dos clientes e os seus pontos de vista nos levam a continuar a desenvolver e entregar soluções de rede corporativas inovadoras”, afirma Stephan Robineau, vice-presidente executivo da área de Networking da ALE. “Acreditamos que o nosso posicionamento como Visionários, algo que se repete pelos últimos seis anos, é uma validação dos nossos esforços para entregar uma simplificação na rotina dos departamentos de TI. Vemos como as nossas soluções com fio e sem fio oferecem aos clientes uma plataforma única para gerenciar, de maneira segura, a crescente demanda por mobilidade, banda e expansão da Internet das Coisas.”

O Gartner não endossa nenhum fornecedor, produto ou serviço apresentado nas suas publicações de pesquisa e não aconselha os usuários de tecnologia a selecionar apenas os fabricantes com as notas mais altas ou quaisquer outras designações. As publicações de pesquisa do Gartner consistem nas opiniões da organização de pesquisa do Gartner e não devem ser interpretadas como fatos. O Gartner renuncia quaisquer garantias, expressas ou implícitas, com relação a esta pesquisa, incluindo quaisquer garantias de comercialização ou adequação para um propósito particular.