Associação Beneficente De Mãos Unidas atende crianças e adolescentes carentes e precisa de doações

A Associação Beneficente De Mãos Unidas, entidade que assiste 77 crianças da Ferrovila, a maior comunidade de Curitiba, está buscando empresas e pessoas que queiram colaborar com seu trabalho. Por meio de eventos, campanhas sociais, atividades socioeducativas e cursos de informática, musicalização, idiomas e leitura, a organização não governamental procura oferecer atividades que preencham o tempo do contraturno escolar, criem convívio produtivo e vínculos para crianças e adolescentes carentes. Mesmo com a ajuda de 300 voluntários, 58 associados diretos e 13 empresas parceiras, Tatiana de Cosmo Martins, uma das fundadoras do projeto, conta que as necessidades são múltiplas. “Qualquer contribuição é bem-vinda”, diz.

A ONG atua formalmente há treze anos – porém, na prática, são 21 anos de ações voluntárias. Na sede, as crianças ocupam seu tempo livre pela manhã e pela tarde, sendo atendidas 34 em cada período. Lá, além de acompanhamento nas tarefas escolares, refeições e atividades criam uma rotina bem diferente daquela que teriam em casa. Além disso, passeios e eventos fazem parte da programação, no intuito de estimular e orientar o convívio social saudável. “Nosso objetivo principal é tornar a sociedade mais justa, promovendo o ideal de partilha, sendo de bens materiais, intelectuais ou espirituais”, explica.

Adriana Soares, de 40 anos, é uma das participantes do projeto. Mãe de Leonardo, 12 anos, ela não só tem assistência do projeto, mas também atua ativamente no cuidado diário com as crianças. Ela chegou à instituição por indicação de amigos, em busca de uma ocupação para o tempo livre do filho, que integra a classe especial. Hoje, desempregada, ela dedica seu tempo à associação auxiliando na cozinha ou interagindo com os pequenos e afirma gostar muito.

Além do voluntariado, contribuições com alimentos, inclusive frutas e verduras, cestas básicas e leite são importantes. Cerca de uma centena de refeições são servidas diariamente. Materiais escolares e o trabalho voluntário de profissionais da saúde – como neurologistas, fonoaudiólogos, oculistas, pediatras e dentistas – também são algumas das necessidades da instituição, já que, segundo a fundadora, o serviço público de saúde da região não consegue atender a demanda.

Adriana Bonfim, dentista especializada em Ortodontia, membro das sociedades brasileira e paranaense de Ortodontia e diretora da Bonfim Select Odontologia, é uma das voluntárias. Segundo ela, ser parceira da causa da associação é recompensador. No último dia 21 de outubro, a clínica levou profissionais da área odontológica à comunidade, para uma campanha de estímulo a uma saúde bucal plena e duradoura. “Não foi a nossa primeira contribuição. É sempre um trabalho gratificante para toda a equipe”, conta Adriana.

A promoção de eventos, venda de produtos institucionais e doações são as principais   captações os recursos para funcionamento da ONG. Na página oficial de doações, demaosunidas.org.br/ong/doacoes/, estão disponíveis seis formas de contribuição: Doação física, Pagseguro, transferência ou depósito, Imposto de Renda, Nota Paraná e adquirindo produtos do Bazar Online. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 41 3079 2034.

Associação Beneficente De Mãos Unidas

Fotos: Divulgação