Confira algumas causas para a surdez

A exposição excessiva a certos ruídos pode ser um dos fatores de risco para a surdez, mas, além disso, há outras causas para a perda de audição. É o que explica o otorrinolaringologista da Otorrinos Curitiba, Neilor Fanckin Bueno Mendes.


Veja também:
:: Uso da chupeta pode ser prejudicial para a criança
:: O que fazer se meu nariz sangrar?
:: Quem sofre com tontura deve evitar alimentos com cafeína

“Temos diversas doenças que podem causar perda de audição, tais como doenças infecciosas agudas por vírus e bactérias, infecções crônicas associadas à presença de tumores, doenças metabólicas como diabetes e hipertensão, e também, em menor frequência, as doenças autoimunes”, esclareceu o especialista.

Embora sejam constatados casos de crianças que nascem com perda auditiva, é mais comum a perda auditiva adquirida ao longo da vida. Segundo Neilor, existe uma condição clínica (doença) chamada surdez súbita que é diferente de uma perda súbita da audição. “Uma perda súbita da audição pode ser causada, por exemplo, por uma rolha de cerume; já a doença surdez súbita, que na maioria dos casos é unilateral, tem outras causas, como infecções, doenças metabólicas ou até mesmo tumores”, comentou.

Vilões
fone-de-ouvido-perda-auditiva-otorrinos-curitibaOs fones de ouvido são um dos vilões da perda auditiva, e que muitas vezes passam despercebidos pelos mais jovens.

“O fone de ouvido tem sido um vilão cada vez mais presente, porém os problemas causados pelo seu mau uso tendem a aparecer alguns anos mais tarde, o que faz com que os jovens não percebam a gravidade do uso incorreto deste aparelho”, explica o otorrino.

“Por isso”, acrescenta Neilor, “a dica é seu uso consciente, em volume médio, evitando ficar por horas com o fone sem dar um descanso. Aconselhamos uma espécie de ‘repouso auditivo’: 15 minutos de descanso a cada 1h utilizando o fone, evitando, assim, possíveis lesões”, acrescentou.

Diagnóstico
O médico otorrinolaringologista é o profissional que vai avaliar a perda auditiva. A primeira coisa a ser feita é uma otoscopia (exame do ouvido) para descartar outras causas de perda de audição como rolha de cera, catarro atrás do tímpano, entre outros. Após o exame deve ser realizada uma audiometria para avaliar o tipo da perda e, a partir do resultado, ver a necessidade de outros exames.

Ajuda médica
Caso o paciente perceba certa diminuição na audição, é bom procurar a ajuda de um especialista o quanto antes. De acordo com o médico, a principal urgência não é nem tanto para evitar que a doença evolua, mas sim para iniciar o tratamento o mais rápido possível. “Para cada causa, um tratamento. E é importante salientar que há algumas causas de surdez súbita onde o início precoce do tratamento aumenta e muito a chance de recuperarmos a audição do paciente”, resume Neilor.

Sobre Neilor Fanckin Bueno Mendes
Neilor Fanckin Bueno Mendes é formado em Medicina, com residência em Otorrinolaringologia pelo Hospital Angelina Caron, fellowship em Otologia pelo Hospital da Cruz Vermelha e estágio em Otologia e Otoneurocirurgia pelo Centre Hospitalier Universitaire de Bordeaux – França. É também preceptor de otologia dos serviços de otorrinolaringologia dos hospitais Angelina Caron e Cruz Vermelha.

Sobre a Otorrinos Curitiba
A Otorrinos Curitiba é a mais nova referência no atendimento da área de otorrinolaringologia da capital paranaense. Inaugurada em setembro de 2015 no bairro Mercês, a clínica possui estrutura moderna, excelente localização, tecnologia de ponta e profissionais altamente renomados para oferecer o melhor atendimento aos pacientes.

Em outubro de 2017, foi inaugurado o moderno Centro Cirúrgico, localizado na ala anexa da clínica. Com capacidade para realizar três cirurgias ao mesmo tempo, o Centro Cirúrgico conta com quartos e enfermarias, e oferece total segurança e conforto aos pacientes que necessitarem de procedimentos na área de otorrinolaringologia e demais especialidades.

A Otorrinos Curitiba possui horário de atendimento diferenciado: de segunda a sábado, das 8h às 22h, domingo, das 8h às 14h, e feriados, das 8h às 20h. Para maior comodidade dos pacientes, possui estacionamento no local.

A clínica atende aos seguintes convênios: Unimed, Amil Assistência Saúde, Bradesco Saúde, Copel, Cassi, Evangélico Saúde, Mediprev, Sanepar, Saúde Caixa, Sinam, SulAmérica e Voam.

Serviço:

Otorrinos Curitiba

Rua Doutor Roberto Barrozo, 1381, 1º andar – Mercês

Telefone: (41) 3335-0302 / 3336-9640 / 3339-4084

Site: www.otorrinoscuritiba.com.br