Consumidores curitibanos vão avaliar o sabor de snacks de pinhão

Quem passar pelo Mercado Municipal de Curitiba neste sábado, 04/11, a partir de 10h, poderá degustar e participar de uma avaliação sensorial de snacks de pinhão recheados com pasta de amendoim. O objetivo da ação é verificar a aceitação do público consumidor dos snacks elaborados com arroz integral e pinhão em diferentes proporções e recheados com pasta de amendoim. 
 
Os snacks de pinhão são resultantes de uma tese de doutorado na área de Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da Escola de Química – UFRJ e agora entra na fase de análise sensorial e aceitação pelo consumidor. O produto é feito pelo processo de extrusão termoplástica, o mesmo utilizado para fabricação de torradas, salgadinhos de milho, proteínas texturizadas, farinhas instantâneas, cereais para pronto consumo entre outros. 
 
A ação é fruto de trabalhos de pesquisa em parceria entre Embrapa Florestas, Embrapa Agroindústria de Alimentos, Cefet Valença/RJ, Universidade Federal do Rio de Janeiro e Mercado Municipal de Curitiba.
 
Testes preliminares de nove diferentes snacks de farinha de pinhão e arroz integral foram conduzidos na Embrapa Agroindústria de Alimentos (Rio de Janeiro). Os testes apontaram o termo “gostei muito” para a maioria dos produtos apresentados. Concluiu-se, a partir desta pesquisa, que a extrusão é uma alternativa potencial para conversão de sementes de Araucária em produtos para pronto consumo.
 
O pinhão é a semente da araucária, árvore de destacada importância cultural, econômica e ambiental nas regiões sul e sudeste do Brasil. Uma das estratégias de perpetuação desta espécie é a valorização do pinhão na alimentação humana, pois é um alimento rico em amido, fibras, com baixo teor de lipídios e isento de glúten. O arroz integral, utilizado na formulação, é um cereal considerado básico da dieta humana devido à alta concentração de amido, proteínas, vitaminas, minerais, fibras, baixo teor de lipídios e também isento de glúten. Já o amendoim se destaca pelo elevado teor de ácidos graxos insaturados e, sua pasta, por apresentar baixa atividade de água, pode ser aplicada em muitos produtos alimentícios. Ou seja, a junção destas características de cada ingrediente utilizado faz com que o snack desenvolvido seja considerado um alimento diferenciado e de alto valor energético. É indicado também para celíacos, intolerantes a lactose, vegetarianos e veganos, já que não possui em sua formulação glúten e produtos de origem animal.
 
Serviço:
– Data: 04/11/2017 (sábado).
– Horário: a partir de 10h.
– Local: Arena do Mercado Municipal de Curitiba (entrada da Av. Sete de Setembro). 
– Quantidade de consumidores esperados: 150 (ao atingir esta quantidade, a degustação será encerrada).
– Formato: consumidores que estiverem no Mercado Municipal serão convidados a experimentar o produto. Em seguida, preencherão um questionário com suas percepções.

katia.pichelli@embrapa.br