Educação: temporada de matrículas 2018

AFINIDADE É CRITÉRIO DE DECISÃO NA HORA DA MATRÍCULA

 

Questões de ordem prática, como localização, horários, cursos ofertados, se associam a aspectos voltados à formação que se deseja para o futuro, como valores e metodologia da instituição de ensino, na hora de definir a escola adequada para  crianças e adolescentes

O final de ano é para muitos pais e responsáveis um período que demanda uma atenção extra quanto ao desenvolvimento escolar dos jovens, sejam crianças ou adolescentes. Neste período, é comum definir se os filhos vão permanecer na mesma escola ou se está na hora de buscar um outro colégio. Já em outras situações, as escolas vão apenas até determinada série e então é preciso buscar uma outra instituição. Ou então há mudança de cidade ou de bairro, entre outros fatores que podem influenciar na decisão. Este é geralmente um momento decisivo, em que muitos pais já fizeram pesquisas e muitas vezes visitas e entrevistas, direcionando-se para a derradeira tomada de decisão. Nesta hora, esta se apresenta como uma questão inevitável: mas, afinal, qual a escola mais adequada para o meu filho?

 

Visita dos alunos do Colégio Sion Curitiba à Casa de Leitura Hilda Hilst: a metodologia e os valores da escola são fatores que devem ser considerados na matrícula para o próximo ano letivo. (Crédito: Divulgação)

COMO DECIDIR

A psicóloga Maria Cristina Montingelli, coordenadora de Ensino Fundamental I do Colégio Sion Curitiba, chama atenção para aspectos que são importantes na hora de definir a escola mais adequada para os filhos, como as particularidades de ensino das instituições visadas e seu funcionamento. “E é bem importante conhecer o seu filho. Cada criança, cada pessoa, tem um modo de ser e de melhor aprender”, orienta.

As crenças de cada família também são um aspecto relevante. “Vale ter em mente quais são os objetivos da família. O que ela espera do espaço escolar”, pondera. Essas são questões cruciais. “Aspectos práticos também são pertinentes. Tem família que precisa do período regular, outras do período integral. Há famílias que precisam que o aluno faça as refeições na escola. Tem que ver a necessidade e o objetivo”, indica.

METODOLOGIA 

Perguntar e pesquisar sobre a metodologia de cada escola também ajuda a definir aquela mais de acordo com as crenças da família e o propósito para a formação dos filhos. “A escola tem hoje um papel muito importante como espaço de socialização das crianças e jovens. Cada vez menos eles socializam em outros espaços, brincando no bairro, por exemplo, como em gerações anteriores. Então a escola se apresenta para muitos como o primeiro espaço de convívio longe do ambiente familiar”, observa a psicóloga. “Ela vai ser assim essencial no desenvolvimento de noções de coletividade, de valores, de pertença à uma comunidade, e essas experiências vão enriquecer a construção da identidade do sujeito”, aponta.

“Para tanto, vale à família se perguntar questões como: o foco é a aprovação no vestibular?” ou “desejo uma escola que também desenvolva valores de cidadania, respeito, habilidades socioemocionais? Como a escola vê a criança e o adolescente, qual o seu olhar? Estas são reflexões que a família deve fazer”, destaca Maria Cristina Montingelli. “Há muitas escolas atualmente, para diferentes necessidades e expectativas. É muito bom que exista esta diversidade.”

 

DECISÃO DOS PAIS OU DOS FILHOS

Maria Cristina Montingelli enfatiza que a decisão final deve ser dos pais. “A decisão deve ser do adulto, é possível um diálogo e até abrir certas opções, especialmente conforme a idade avança, mas sempre partindo do referencial adulto”, afirma.

  

Conforme a psicóloga, não há uma fórmula básica, visto que cada família tem um jeito e diferentes necessidades e visões em relação ao ensino. Mas há um aspecto que pode auxiliar sensivelmente na decisão acertada: observar a dinâmica das escolas em análise.

“Além das entrevistas e apresentações formais, os pais devem transitar na escola observando como se dão as dinâmicas entre os alunos, as classes, como transcorrem as aulas”, propõe. “Assim, podem perceber na prática a aplicação das diretrizes e metodologia da escola. E se estão de acordo com o que desejam para o desenvolvimento educacional de seus filhos.”

SOBRE O SION CURITIBA

A formação de crianças e jovens para a vida é um desafio na atualidade, com a velocidade das transformações na chamada era digital. Referência no ensino, o Colégio Nossa Senhora de Sion de Curitiba une tradição e atualização constante, atuando com base na inovadora linha pedagógica da Metodologia Montessori associada ao Método de Psicomotricidade Ramain.  Fundado em 1906, com proposta educativa voltada ao desenvolvimento humano, o Colégio Sion Curitiba prepara integralmente, há 111 anos, pessoas e cidadãos aptos a se posicionar diante dos desafios da vida com resiliência, sabedoria e tolerância, características mais que necessárias ao agitado cotidiano contemporâneo.

Serviço:

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION DE CURITIBA

Bairros: Sion Batel e Sion Solitude

Cursos: Educação Infantil; Ensino Fundamental I; Ensino Fundamental II; Ensino Médio; Período Integral

Fone: 41 3019-6155 (Batel) | 41 3226-6161 (Solitude)

Endereço:

Alameda Presidente Taunay, 260 (Batel)

Rodovia Curitiba-Paranaguá BR 277, 4761 (Solitude)

Site: www.sioncuritiba.com.br

Facebook: www.facebook.com/sioncuritiba

Blog: http://sioncuritiba.com.br/noticias