Divulgação

Poesias de diversos poetas brasileiros em um projeto inovador de Cassandra Garrido Joerke

Por Emanuelle Spack

A estação mais quente do ano é convidativa para tomar aquele sorvete delicioso. Imagine poder apreciar arte enquanto está se refrescando ao sabor de gelatos artesanais? E ler um poema de forma inovadora? Isso é possível! E o local é a Gelarteria - Gelato Café & Arte, em Guaratuba, litoral do estado. A promotora e curadora cultural, Cassandra Garrido Joerke, leva ao espaço a exposição Chuva Poética, uma instalação tridimensional com vários poemas que tem a intenção explícita de banhar, de tocar, de emocionar, de despertar algo bom em cada um através da poesia. É a arte literária envolvendo as pessoas de forma diferente.

“Quando idealizei este projeto queria levar a arte literária, que acredito ser a que mais pode modificar o ser humano, para um local público de maneira interativa. Pensei em poesia. Imaginei que se fossemos tocados por poesia, algo novo despertaria em cada um. Algo bom!”, explica Cassandra. A exposição é aberta ao público de domingo a domingo, entre  12 de janeiro e 28 de fevereiro, das 12h:00 às 00h:00 e a entrada é gratuita.

A curadora planejou algo incomum, pois não queria que as poesias fossem lidas por meio de livros. Tinha que ser algo prazeroso, diferente, divertido... então, em uma conversa com a filha surgiu a ideia da chuva. “Quem não gosta de se molhar na chuva? Perguntou-me ela. Criança sempre quer se molhar, não importa a estação. Então, porque não uma chuva de poesias? Assim nasceu o projeto Chuva Poética”, revela a curadora.

Cassandra escolheu dedicar seu tempo ao universo artístico porque percebeu uma carência de agentes culturais para criar oportunidades. “Esta é a minha contribuição para mudar este mundo. Se quero algo melhor devo me esforçar para isso. Então busco ideias, projetos que tenham este foco”, diz Cassandra que expos mais de 5 mil poemas na primeira versão de Chuva Poética. Para a Gelarteria - Gelato Café & Arte de Guaratuba, devido ao espaço, Cassandra apresenta 3 mil poemas que levam o visitante para uma experiência sensorial única. “A ideia é um banho poético mesmo, banho de chuva. A instalação foi pensada para proporcionar este experimento: sermos tocados pela poesia!”.

Os participantes são autores de diversos locais. Com diversos gêneros poéticos, muitos escritores estão em sua primeira aparição, revelando o contexto de suas letras pela primeira vez. Venha banhar-se em poesia. Deixe-se tocar pela poesia nesta chuva incrível!

 

Chuva Poética por Chuva Poética

Em 2016, quando Cassandra organizou o evento Minha Arte no MON, que reuniu no Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba, mais de 250 artistas nas áreas de artes plásticas e design, a curadora sentiu de perto a dificuldade que este universo tem no mercado como um todo. “A arte não está sendo valorizada e nem mesmo aceita como deveria. Muitos artistas também alimentam essa cultura errônea”, comenta Cassandra.

A literatura então fica muito longe do ideal. Cassandra ficou incomodada com essa realidade e neste evento específico dedicou o espaço mais nobre e especial para a literatura como arte, a arte das palavras! E assim foi realizado um evento de artes completo: artes plásticas, design e literatura.

Cassandra conheceu muitos autores neste evento e todos relataram as dificuldades de divulgar seus trabalhos e de viver da escrita. Assim a curadora começou a pensar o que poderia fazer para contribuir. Como fazer algo novo para transformar as pessoas em relação a isso? Quando a ideia surgiu, como chuva poética mesmo, foram feitas pesquisas para saber se existia algo parecido. Nada apareceu. Então foi questão de tempo para organizar tecnicamente como seria a exposição.

A primeira edição aconteceu em agosto de 2017, com 5 mil poemas de 53 poetas diferentes, no Shopping Jardim das Américas, em Curitiba. Em seguida foi realizada a Chuva Poética Européia com poemas em 5 idiomas, no Espaço Fábrika, também em Curitiba, em parceria com Aliança Francesa, Instituto Goethe, Instituto Cervantes, Casa da Cultura da Polônia e Centro de Cultura Italiana.

 

Sobre Cassandra:

Farmacêutica Industrial de formação, Cassandra sempre esteve envolvida com área comercial e organização de eventos. Trabalha como promotora cultural além de representar artistas e escritores.  Organizou sua primeira exposição em 1998 para a Livrarias Curitiba. É curadora da Aliança Francesa em Curitiba. Tem parceiros fundamentais como a Biblioteca Pública do Paraná e o Shopping Jardim das Américas de Curitiba.

 

CHUVA POÉTICA

Vamos dar um banho de poesia no verão!

Esta instalação tridimensional inovadora,

composta por três mil poemas de pessoas diferentes,

tem a intenção explícita de proporcionar um banho real de poesia.

Poesia de pessoas inspiradas!

Poesia de poetas e escritores!

Poesia de todos e para todos!

Adentre a chuva, deixe-se tocar pela poesia,

Esta Chuva Poética é para você!

 

Serviço

Nome da exposição: Chuva Poética

Data: de 12 janeiro a 28 fevereiro

Dias: domingo a domingo

Local: Gelarteria - Gelato Café & Arte

Horário: das 12h:00 às 00h:00

Entrada: Franca

Endereço: Rua 29 de Abril, 805 – Guaratuba - PR

Site: https://www.gelarteria.com.br/

Facebook: https://www.facebook.com/gelarteriacwb/

Talvez você se interesse por estes artigos.

Fechar Menu