Dicas para tornar a viagem com crianças mais fácil

Com as férias de final de ano e a chegada do verão, muitas famílias aproveitam para viajar com as crianças e curtir uma praia ou cachoeira. E com os preços das passagens aéreas amis altas, o ônibus voltou a ser uma alternativa econômica para quem vai pegar a estrada.

Mas, é preciso alguns cuidados na hora de viajar de ônibus com as crianças. O primeiro passo é ficar atento quanto à passagem. De acordo com a Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), na Resolução 4.282, não pagam passagem em viagens de ônibus intermunicipais as crianças com até 6 anos de idade incompletos, desde que a criança não ocupe uma poltrona, ou seja, ela precisa ir no colo da mãe, pai ou responsável. A regra também vale para os bebês, visto que não é preciso levar a cadeira específica.

Para as crianças menores de 12 anos que viajam acompanhadas de pai, mãe ou de parente até 3º grau (avós, tios e irmãos maiores de 18 anos), guardião ou tutor legal, é necessário a certidão de nascimento e/ou documento de identidade do menor e o documento de identidade do adulto para comprovar o grau de parentesco. Porém, se não existir parentesco, é preciso uma autorização dos pais, com firma reconhecida. As crianças menores de 12 anos que viajam desacompanhadas precisaram de autorização dos pais e uma autorização judicial, que pode ser solicitada no Juizado de Menores, Vara da Infância e da Juventude ou no Fórum da cidade onde reside. As empresas, como danubio azul, costumam pedir a apresentação dos documentos na hora da compra da passagem e no embarque.

Com as passagens compradas, é preciso pensar no trajeto da viagem. Leve água, suco e lanches leves, como frutas ou biscoitos, que o pequeno já é acostumado a comer. Carregue a bateria do tablet ou do celular, para que ele possa assistir a vídeos ou ter acesso a joguinhos. Não se esqueça de levar os fones de ouvido, para que a criança possa ouvir o som dos vídeos sem incomodar os outros passageiros e roupas extras e de frio, o ar condicionado pode incomodar as crianças. Nas paradas, leve sempre a criança, nunca a deixa sozinha dentro do ônibus. E aproveite para trocar fraldas, comer algo, reabastecer a mochila e tomar um ar.  

Se tiver mais dúvidas quanto aos documentos e até mesmo segurança, entre em contato com a empresa de ônibus ou no próprio site da companhia. Algumas, como a catarinense, possuem o espaço de dúvidas e telefone para contato. Para dar tudo certo, é preciso apenas respeitar alguns limites da criança, deixando-o seguro e o mais confortável possível durante a viagem.

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu