Óculos se transformam em um item de moda para os fashionistas

Oftalmologista dá dicas de como comprar os modelos adequados

Cerca de 153 milhões de pessoas no mundo usam óculos, segundo a Organização Mundial da Saúde. Se antigamente usar óculos de grau poderia ser um problema e até poluir o visual, hoje, além de auxiliar a visão, acaba sendo um artigo de moda que compõe o look em qualquer estação do ano.

Muitas pessoas, inclusive, gostam de ter vários modelos para ajudar na composição de diferentes figurinos, já que hoje é possível encontrar variados formatos de armações e cores. Mas, quem tem problemas de visão, não deve se esquecer de levar a receita médica na hora da compra. “A mesma receita pode ser utilizada para a compra de quantos óculos a pessoas desejar dentro de um período de seis meses. O fundamental é levar a receita sempre e não comprar óculos que já tenham lentes com grau, como aqueles que são vendidos em farmácias e camelôs, pois podem causar tonturas, enjoo e dores de cabeça”, explica a oftalmologista da Clínica Canto, Ana Paula Canto. “Mas, caso a pessoa não resista ao modelo da armação e queira adquirir um óculos que já tem lente, deve levar até uma ótica e fazer a troca por uma lente de qualidade e do grau adequado”, acrescenta.

Sobre usar óculos sem grau, a médica esclarece que não há problemas, no entanto, faz algumas recomendações: “A pessoa deve procurar uma ótica especializada, onde tenha a certeza de que as lentes não tenham grau, sejam de qualidade, ou seja, não distorçam as imagens, e que tenham proteção UV, essencial para evitar danos à retina”, detalha Dra. Ana Paula.

Óculos escuros
Quem já considera os óculos de grau um item de moda essencial para arrematar o visual, a chegada do verão ainda traz mais opções com os novos modelos de óculos escuros que surgem a cada temporada. Neste verão, os modelos maxi, redondos, em formato de gatinho, com armações metalizadas ou aplicações de flores e outros enfeites estão em alta. Contudo, antes de aumentar sua coleção com novos modelos, também é importante ficar atento à qualidade do produto. “Os óculos sem a proteção correta provocam apenas um escurecimento e deixam passar uma maior quantidade de raios UV. Isso pode causar catarata, pterígio (membrana que cresce sobre a córnea e pode distorcer a visão), câncer de pele nas pálpebras, degenerações de retina e ceratite, uma “queimadura” da córnea, que causa dor, vermelhidão e lacrimejamento”, alerta a oftalmologista.

Para as fashionistas de plantão, a dica da oftalmologista é: se os óculos forem de qualidade, não existe limite para a moda e a criatividade. “Um produto qualificado, com proteção adequada e adaptado às dificuldades visuais da pessoa é fundamental. Assim, não importa o tamanho ou cor da armação, pois nenhum problema visual irá estragar o look”, comenta.

 

Sobre a Clínica Canto
Com mais de 30 anos, a Clínica Canto, de Curitiba, oferece serviços de oftalmologia com médicos especializados, priorizando a qualidade diagnóstica e terapêutica para seus pacientes. Com duas unidades em Curitiba, no Centro e no Seminário, oferece moderna e completa infraestrutura para exames simples ou de alta complexidade e cirurgias oftalmológicas. Mais informações no site www.clinicacanto.com.br.

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu