Novamente apostando no signature design, a Michelangelo convida a premiada arquiteta Fernanda Marques e participa da ‘Fashion Week’ brasileira de construção e arquitetura com estande que apresenta a dualidade entre o bruto e o lapidado

Na edição 2018 da Expo Revestir – a 16ª de um dos principais eventos nacionais do universo da arquitetura e decoração – a paranaense Michelangelo Mármore Brasileiro promete, novamente, uma presença marcante. Como nos anos anteriores, a empresa comparece com um estande autoral, nesse ano assinado pela premiada arquiteta paulista Fernanda Marques, do escritório Fernanda Marques Arquitetos Associados. “Nossa atuação está muito ligada ao design contemporâneo, à originalidade e à inovação, então, apostar em grandes nomes do setor se tornou uma tradição quando participamos de grandes eventos”, assinala a diretora da Michelangelo, Priscila Fleischfresser Affonso da Costa. A Expo Revestir 2018 acontece entre os dias 13 e 16 de março no Transamerica Expo Center, em São Paulo.

 

Sempre com uma participação marcante entre os expositores, nos três últimos anos a Michelangelo apresentou estandes projetados pelo estúdio Fetiche Design (que contou ainda com o lançamento de uma linha exclusiva de móveis em mármore), pelo arquiteto Guilherme Torres e pelo premiado designer carioca Zanini de Zanine, todos com propostas ousadas e contemporâneas. Neste ano, a marca – referência em mármores de alto padrão nos mercados brasileiro e internacional – surge com uma dualidade entre o perfeito e o imperfeito.

 

Com 33m², o estande projetado por Fernanda tem fundamentação em pesquisas nas áreas de design e artes plásticas e apresenta justamente isso: a dualidade entre o lapidado e o não, e o liso e o bruto. “Via de regra, essa relação é indissociável ao se trabalhar com as superfícies rochosas em todas as etapas do processo, da extração à instalação no ambiente projetado”, avalia a arquiteta.

 

Segundo ela, a percepção desse dualismo, mesmo que inconsciente, enriquece e dá sentido ao espaço, uma vez que a arquitetura de interiores é basicamente construída em cima de contrastes, sejam eles mais ou menos sutis. Contrastes esses vistos também na paleta de cores eleita para o projeto, constituída de preto e branco. Assim, os mármores especificados são o Nero Michelangelo e o tradicional Michelangelo Nuvolato, símbolo de sofisticação e modernidade há mais de 50 anos.

 

Um dos highlights do projeto é o banco Organic, de autoria de Fernanda. Em seu projeto original a peça é feita em metal, mas ganhou uma versão em mármore exclusiva para a Michelangelo. Concebido como uma escultura, o banco tem, na sinuosidade e na complexidade de seu desenho, obtido pela curvatura de pesadas lâminas de aço, dois de seus pontos fortes. Na composição, as peças utilizadas se encaixam perfeitamente, dando a liberdade para criar peças maiores. “Assim como a arte cinética rompeu com a condição estática da pintura, meus desenhos se propõem a tirar o móvel de sua aparente condição fixa. Agora, em parceria com a Michelangelo, conseguimos uma técnica de surpreendente efeito plástico e tridimensional”, detalha Fernanda.

 

O Organic em mármore segue a mesma linha de sistemas de assento, tal como na versão em metal. Nessa transição da metalurgia para a rocha ornamental, porém, houve desafios. Lidar com as questões da maleabilidade e da rigidez, presentes em graus diferentes nos materiais, foi uma delas. “Também foi desafiante a textura, outro elemento comum, apesar de bem mais pronunciado e referencial nas rochas ornamentais”, continua a arquiteta.

 

Para Priscila Fleischfresser Affonso da Costa, as rochas naturais têm potencial absoluto para se transformar em invenções ousadas e elegantes, com enorme versatilidade criativa. “Nossos estandes sempre buscam evidenciar essa potencialidade de soluções, por isso trabalhamos com volumes, geometria, linhas definidas e movimentos que, associados ao trabalho handcraft e autoral, valorizam e demonstram toda a flexibilidade de nossa matéria-prima, que tem linguagem global e sofisticada dentro do design e da arquitetura”, assinala a diretora.

 

Na parede principal do estande, um detalhe com efeito de profundidade criado pela sobreposição de diferentes camadas de placas de mármore, chama a atenção. No teto, o acrílico espelhado aplicado dá a sensação de amplitude ao espaço.

 

Para Fernanda, a possibilidade de exercitar seu trabalho em novos materiais e técnicas foi algo marcante em sua parceria com a Michelangelo. “Por não ter nunca antes projetado com pedras, a Michelangelo me proporcionou uma experiência enriquecedora, que abriu meus horizontes e já me inspirou novos projetos na área. Como arquiteta e designer, minhas expectativas foram plenamente atingidas”, avalia a arquiteta.

 

Sobre a Michelangelo

A Michelangelo Mármore Brasileiro atua há mais de 30 anos com materiais genuinamente brasileiros, nas etapas de extração, beneficiamento e comercialização, empregando a mais moderna tecnologia e consolidando-se como referência em pedras naturais para o mundo. Com sede administrativa e showroom em Curitiba (PR), possui jazidas próprias, localizadas no Paraná, de onde extrai seus principais produtos: o internacionalmente renomado Michelangelo Nuvolato, Michelangelo Calacatta, Michelangelo Argento, Nero Michelangelo e Napoleon Bordeaux, mármores exclusivos fornecidos para obras de luxo residenciais e comerciais em diversas partes do Brasil e do mundo. Os mármores da Michelangelo estão disponíveis em todo o território nacional, por meio de distribuidores e marmorarias parceiras. São também especificados em grandes obras diretamente pelos principais arquitetos do país, para relevantes incorporadoras e construtoras.

 

Entre as mais recentes obras que contam com produtos Michelangelo estão o shopping de luxo Pátio Batel, o edifício corporativo Eurobusiness, primeiro do Sul a receber o selo verde Leed Platinum, o Centro de Oncologia do Paraná, o edifício corporativo Workspace Brigadeiro, o Hard Rock Cafe Curitiba e o hotel boutique Nomaa. Em São Paulo, destaca-se o edifício Morumbi Corporate. No Rio Janeiro, o Bossa Nova Mall, primeiro complexo do Brasil a integrar shopping e aeroporto, e os hotéis Grand Hyatt, Emiliano, Venit Mio Barra e Slaviero, e também o Edifício Passeio Corporate e Teatro Riachuelo. Os mármores da Michelangelo estão também presentes em obras icônicas, como a Pinacoteca, em São Paulo, e os palácios do Planalto e Alvorada, em Brasília.

 

Serviço:

Michelangelo Mármore Brasileiro na 16.ª edição da Expo Revestir

Data: de 13 a 16 de março de 2018

Local: Transamerica Expo Center | Avenida Doutor Mário Vilas Boas Rodrigues, 387 – Santo Amaro (São Paulo – SP)

Horário: das 10h às 19h

Estande:  1223, Rua 12

Site: www.michelangelo.com.br

Facebook:  www.facebook.com/michelangelomarmorebrasileiro

Instagram: instagram.com/michelangelomarmorebrasileiro

 

Ficha Técnica:

Projeto: Estande da Michelangelo Mármore Brasileiro para a Expo Revestir 2018

Autor: Fernanda Marques – Fernanda Marques Arquitetos Associados

Material: Nero Michelangelo e Michelangelo Nuvolato

 

Talvez você se interesse por estes artigos.

Fechar Menu