Cleópatra, rainha do Egito, ficou conhecida pelos cuidados com a estética. Registros históricos comprovam que há mais de cinco mil anos os egípcios utilizavam cremes, óleos, incensos e assessórios para embelezar o corpo e o rosto. A palavra estética vem do grego e significa sensação, percepção e sensibilidade. Filósofos como Platão, Aristóteles, Sócrates refletiram sobre o belo e buscaram definições. A busca pela juventude acompanha o homem desde sempre.

A estética tem sido objeto de estudos da arte, filosofia, psicologia, odontologia e medicina. Na dermatologia, o rejuvenescimento facial ganha novos tratamentos e tecnologias com grande velocidade e resultados cada vez mais impressionantes. O objetivo de todos eles é dar mais saúde à pele do rosto.

Segundo a dermatologista Natasha Unterstell, todo o tratamento facial tem a finalidade de restabelecer a hidratação e o viço da pele, clarear manchas e atenuar marcas de envelhecimento. A perda de viço, marcas e manchas são consequências fisiológicas e afetam todas as pessoas. Todavia, a medicina trabalha na busca de tratamentos que atenuem o impacto do tempo. Nas mulheres, por exemplo, pode haver alterações no período da menopausa e climatério e, de um modo geral, os fatores externos também são vilões da pele, como o sol, vento, frio, poluição e a má alimentação.

O rosto é a parte do corpo mais exposta a agressões da natureza e também reflete diretamente o estado de espírito e a autoestima. Hábitos simples e alguns cuidados frequentes podem colaborar para a saúde da pele. Os procedimentos também ajudam e devem ser realizados por profissionais qualificados, sem exageros e com criteriosa indicação.

Dicas da dermatologista para um rosto bonito e saudável:

- Limpeza da pele com sabonetes livres de sabão e específicos para seu tipo de pele

- Uso de hidratantes com antioxidantes

-Proteção solar

- Prevenção do surgimento de rugas com aplicação de toxina botulínica e ácido hialurônico

- Renovação da pele, clareamento de manchas e estímulo de colágeno com peelings e lasers

- Tomar bastante água

-Alimentação equilibrada

Talvez você se interesse por estes artigos.

O nervo ciático é responsável por controlar as articulações do quadril, joelho e tornozelo e, também, os músculos posteriores da coxa e os músculos da perna.  A lombociatalgia, mais conhecida como "dor no ciático", é um problema...
Fechar Menu