Bloqueio peridural é recurso importante para aliviar dores na coluna

As dores nas costas são o principal motivo de afastamento de trabalhadores no Brasil, segundo ranking de auxílios-doença concedidos pelo INSS. Uma das causas das dores na coluna é a hérnia de disco, que atinge entre 13% e 40% da população. Muitas vezes, medicamentos anti-inflamatórios e fisioterapia resolvem de forma espontânea a condição.

Entretanto, a hérnia pode evoluir de forma crônica e isso impacta diretamente na qualidade de vida, nas emoções, no aspecto financeiro e social. Atualmente, uma das alternativas para o tratamento da hérnia de disco é o bloqueio peridural com corticoide, também conhecido como infiltração na coluna.

Segundo o neurocirurgião Dr. Iuri Weinmann, especialista em Medicina da Coluna, o bloqueio peridural com corticosteroide é usado para aliviar a dor, melhorar a qualidade de vida, assim como para ajudar o paciente a retomar suas atividades produtivas. Além disso, a redução da dor contribui para a reabilitação. “Imagine um paciente com muita dor. Ele certamente não conseguirá fazer a fisioterapia, os exercícios para se reabilitar. Portanto, a infiltração também ajuda neste sentido”.

“Os bloqueios contribuem também para a redução das cirurgias de hérnia de disco, sendo um procedimento menos invasivo e com menor morbimortalidade quando comparado a uma cirurgia de hérnia discal tradicional. Outro ponto é que muitos pacientes precisam esperar um longo período para fazer a cirurgia, instalando-se um quadro de dor crônica que é mais difícil de tratar. Finalmente temos a questão do custo, sendo o valor do bloqueio infinitamente menor do que o de uma cirurgia”, comenta Dr. Iuri.

Como funciona
Os bloqueios são realizados em um centro cirúrgico e podem ser feitos por um neurocirurgião especialista em coluna. Há várias técnicas para o bloqueio. Em todas elas, primeiro o médico irá injetar um anestésico local e logo em seguida o corticoide, cuja ação anti-inflamatória irá aliviar o quadro doloroso.

O paciente permanece acordado e, em média, o bloqueio pode demorar de 30 a 40 minutos. O paciente permanece em observação por algumas horas, podendo ir para a casa no mesmo dia, na maioria dos casos. É recomendado repouso no dia do bloqueio e, nos dias seguintes, as atividades podem ser retomadas, mas sem excessos.

Quem pode fazer
Nem todas as pessoas com hérnia de disco são candidatas ao procedimento. A injeção peridural é contraindicada para pessoas alérgicas às substâncias usadas no procedimento, àquelas com infecção sistêmica, que fazem uso de anticoagulantes ou que têm neoplasia no local.

Outras indicações
O bloqueio peridural com corticoide é indicado também para outras patologias que atingem a coluna e causam dor, como espondiloartrose, estenose de canal, osteófitos (bicos de papagaio) com pinçamentos de raízes, lombalgia e a lombociatalgia.

leda@agenciahealth.com.br

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu