Criado o Conselho do Patrimônio Ferroviário e Turismo Férreo

Notaparana

Seminário, proporcionou espaço   para amplo debate sobre os temas relacionados a ferrovia, sua história ,  memória e wokshop de projetos de municípios e entidades, voltados ao turismo ferroviário.

A criação do Conselho do Patrimônio Ferroviário e Turismo Férreo foi uma das conclusões do Seminário de Turismo Ferroviário, realizado na Lapa, no dia 29 de março. A medida constava da “Carta de Curitiba” editada no ano passado, na I SEMANA PARANAENSE DA MEMÓRIA FERROVIÁRIA realizada na capital paranaense. Contando em sua formação  com  municípios do Paraná e Santa Catarina, entidades  governamentais e não governamentais, o conselho tem a coordenação do ferroviarista Márcio Assad, um dos principais articuladores do tema na atualidade, tanto a nível nacional quanto latino-americano. “Uma das missões, a partir de agora é dar publicidade a criação do conselho e trazer para dentro dele, outros órgãos das três instâncias de governo,  entidades acadêmicas, organizações do terceiro setor, empresas ferroviárias e representantes da sociedade civil, que possam contribuir com os objetivos da nova entidade”, explica Márcio Assad, que nos informa que o conselho tem como missão: “Ampliar do diálogo em torno das questões do patrimônio ferroviário e do turismo férreo, promovendo a  interface  entre as partes interessadas no desenvolvimento destes segmentos”.

A nova entidade tem abrangência nacional, é de livre adesão e está aberta a municípios e entidades com interesse no tema, desde que, assumam responsabilidades como membros. A permanência dos membros,  depende da assiduidade e grau de comprometimento com as causas do conselho.  Dentro do ideário do conselho formado na Lapa está o auxilio na  identificação,  proteção e preservação do patrimônio cultural ferroviário: material e imaterial, bem como a promoção e fomento de projetos e programas de turismo ferroviário em todo o território nacional.  São signatários da criação do Conselho do Patrimônio Ferroviário e turismo férreo: O IPHAN-PR – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional S/R Paraná, A ABPF – Associação Brasileira de Preservação Ferroviária instância nacional e regionais do Paraná e Santa Catarina, a Paraná Turismo, a ADETUR – Rotas do Pinhão  – Agencia de Desenvolvimento do Turismo (instância de governança), o Fórum Metropolitano de Cultura  e os municípios Araucária, Almirante Tamandaré, Castro, Lapa, Pinhais, Piraquara e  Rio Negro, do Paraná e Porto União e Rio Negrinho  de Santa Catarina. O Conselho terá como representante e porta-voz junto ao Conselho Estadual de Cultura:  Pedro Gonçalves, diretor de Cultura de Almirante Tamandaré.

O Vice-presidente da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária Eng. Marlon  Ilg destacou a importância do Seminário Turismo, pelo grau de envolvimento dos participantes, e principalmente pelo resultado prático da ação, com a criação do Conselho do Patrimônio Ferroviário e Turismo Férreo. Pedro Gonçalves, diretor de Cultura de Almirante Tamandaré e membro do Conselho Estadual de Cultura destacou o caráter da integração regional que o evento criou em relação aos temas abordados, que para os municípios, como o que ele representa,  fazem parte intrínseca da história, da memória e do futuro do turismo cultural. Almirante Tamandaré inclusive já está iniciando a recuperação de sua antiga estação ferroviária, que abrigará equipamentos culturais e o Centro de Memória Ferroviária. Élio Weber, vereador de Porto União, Santa Catarina que apresentou durante o evento o projeto de recuperação de trecho da ferrovia, que envolve os dois estados, ressaltou sua alegria em participar do evento, pois sentiu o fortalecimento das parcerias entre as entidades dos dois estados em prol da preservação da memória ferroviária.

O Conselho do patrimônio Ferroviário e do Turismo Férreo, se reunirá ordinariamente com periodicidade mensal e extraordinariamente quando necessário;  funcionará com câmaras temáticas permanentes que terão como função:  estudar e oferecer sugestões e embasamento técnico sobre assuntos específicos para decisões deliberativas do conselho.

Maiores informações a respeito do conselho poderão ser obtidas pelo fone: (41) 99986-1011 ou pelo email:  comunicacao.spmf@gmail.com