Você sabe limpar seu nariz, tem certeza disso? Nariz entupido ou escorrendo, coceira e desconforto são alguns dos sintomas clássicos de quem sofre de rinite. Segundo o otorrinolaringologista do Centro de Rinite e Alergia, do Hospital IPO, Paulo Mendes Jr, os gatilhos para uma crise podem ir desde as mudanças bruscas de temperatura, cheiros fortes, ácaros, a descamação da pele dos pets e mais uma série de fatores, mas o que muitos não sabem é que uma boa limpeza do nariz elimina bactérias, fungos e vírus capturados pelas barreiras físicas e naturais do nosso organismo, além de nos livrar do excesso de muco e hidratar a mucosa.

Um dos problemas mais constantes para quem tem esse tipo de problema em Curitiba é a oscilação de temperatura, que provoca um tipo de rinite chamada vasomotora, que consiste em um inchaço na mucosa do nariz, o que gera dificuldade para respirar e, normalmente, o excesso de coriza. “As pessoas mais alérgicas ainda acabam tendo coceira e espirros”, pontua. “Sabendo disso, as pessoas podem evitar usar o ar condicionado, por exemplo, mas como estamos em Curitiba o melhor é sempre ter uma blusa ao alcance para se proteger do frio”, comenta.

Segundo o médico, esse tipo de limpeza deve ir vai desde a parte mais superficial até a ligação com a garganta. “Hoje já temos diversos dispositivos para fazer uma limpeza efetiva, mas podemos usar soro fisiológico com uma simples seringa, a ideia é realmente lavar o nariz em sua totalidade, fazendo que a pessoa sinta o soro escorrer pela garganta”, ensina.

De acordo com Mendes Jr, há uma série de sprays (tipo puff) e aerossóis de jato contínuo de soro fisiológico que fazem essa limpeza que deve ser realizada por três vezes ao dia: ao acordar, à tarde e antes de dormir. “Quando dormimos acabamos acumulando esse muco, então fazer esse procedimento pela manhã auxilia na respiração, já no período da tarde e à noite fazemos para retirar, por exemplo os fungos, bactérias ou vírus que ficam alojados no muco -- vale lembrar que este muco pode servir de meio de cultura para esses intrusos e causar, por exemplo, uma sinusite”, explica.

Melhor tratamento

Nesta época do ano, nos meses geralmente mais quentes, é o momento certo para quem sofre com os sintomas de rinite procurar atendimento especializado e realizar o correto diagnóstico. “Há tratamentos que melhoram bastante a qualidade de vida dos pacientes que têm rinite, seja ela alérgica ou vasomotora. Atualmente a medicina dispõem de vacinas muito eficazes para as causas alérgicas”, conta. “Buscar tratamento nesta época do ano é importante por dar tempo para que as medicações iniciem sua ação antes do período de frio mais intenso e quando, geralmente, mais ocorrem as crises”, frisa.

Talvez você se interesse por estes artigos.

O nervo ciático é responsável por controlar as articulações do quadril, joelho e tornozelo e, também, os músculos posteriores da coxa e os músculos da perna.  A lombociatalgia, mais conhecida como "dor no ciático", é um problema...
Fechar Menu