Oferecer a melhor experiência de usuário é o grande diferencial no mundo digital

Por conta das transformações trazidas pela era digital, alguns termos passam a ser comuns no mercado. E um dos mais presentes é User Experience (UX), que significa “experiência do usuário”. Hoje, os consumidores são mais exigentes porque têm muito acesso à informação e podem comparar fornecedores, produtos e serviços. Logo, a empresa que oferecer uma experiência positiva ao cliente terá mais sucesso no negócio.

Ricardo Montanher, diretor de vendas da Horizons, especializada em telecomunicações e tecnologia da informação, acredita que a experiência do usuário não é só interação com algo, uma interface, um layout. “Ela está relacionada com a transmissão de ideias, emoções, sentimentos e valores de uma marca, serviço ou produto”, observa. As empresas precisam entender e aceitar que UX trabalha com as emoções do comprador. São importantes direcionar todos os esforços para que ele tenha sensações positivas, oferecer soluções sob medida, estabelecer um bom relacionamento com o público-alvo, manter excelentes níveis de venda e os melhores índices de lucratividade, além de buscar aproximação e engajamento com a marca, reforçando sua imagem perante o mercado.

Montanher exemplifica que essa realidade pode ser vista nos aplicativos de finanças. Correntistas e investidores estão sempre prontos a mudar para uma instituição financeira que propicie uma melhor experiência digital. O cliente usa seu smartphone como uma plataforma de negócios onde, ao toque de um dedo, deleta um fornecedor e baixa App de outro. Ele destaca que vale a pena ficar atento a tecnologias que são especialmente capazes de engajar o usuário. “As empresas estão integrando redes de comunicação, cloud services, digital signage e automação de ambientes. A isso somam-se Realidade Virtual e Realidade Aumentada, IoT (Internet das Coisas).

O primeiro requisito para uma experiência de usuário exemplar é atender as necessidades específicas do cliente, sem confusão ou incômodo. Em seguida, vêm simplicidade e elegância de produzir produtos que criam desejo e são fáceis de usar. Segundo Montanher, hoje em dia está muito difícil dissociar a tecnologia digital dos negócios e a empresa ou gestor que não pensar na UX está correndo sérios riscos de perder espaço para a concorrência, de ver seus negócios estagnarem e de amargar sérias dificuldades para manter seu lugar no mercado. O executivo da Horizons assinala que uma excelente UX é intuitiva e economiza o tempo do usuário e deve ser suportada por uma plataforma que permita a personalização da experiência do usuário.

Por isso, a empresa transformada digitalmente tem de ensinar seus colaboradores que todos participam da construção da experiência do usuário. Nesse momento de profunda e radical transformação, a empresa pode precisar de ajuda externa para inovar e sofisticar continuamente a UX. “É aí que entram em cena consultorias e integradoras de soluções que trabalham 24 horas por dia na reinvenção de processos e experiências digitais”, reforça Montanher.

Sobre a Horizons Telecom – A Horizons Telecom é uma operadora de telecomunicações, provendo serviços de conectividade, Internet e telefonia, criada pelo empresário Haroldo Jacobovicz. Com redes de fibra óptica de alta confiabilidade e disponibilidade, a Horizons disponibiliza links dedicados de 5 Mbps até 1 Gpbs, proporcionando comunicação rápida e segura. Esses e outros serviços da Horizons contam com o suporte técnico especializado 24 horas por dia, sete dias por semana.  Atua nas cidades de Curitiba/PR e região metropolitana, Barueri/SP, São José dos Campos/SP, Osasco/SP e Mauá/SP. Mais informações: www.horizontelecom.com.

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu