Compartilhar o pão

Reflexão de Boa Vontade

 

Compartilhar o pão

Paiva Netto

 

— Eu sou o Pão da Vida. Quem vem a mim de modo algum terá fome, e quem em mim crê jamais terá sede! (...) Eu sou o Pão Vivo que desceu do Céu. Se alguém dele comer, viverá eternamente (...)

(Evangelho de Jesus, segundo João, 6:35 e 51).

 

No mundo, existe ainda muita violência, mas não podemos deixar morrer a vibração de esperança que mantém os corações unidos.

 

No espírito do Natal Permanente de Jesus — que, no dizer do saudoso fundador da Legião da Boa Vontade, Alziro Zarur (1914-1979), “é o Natal diário para a fome (espiritual e física) do povo, que também é diária” —, além da mesa farta e da alegre presença dos familiares e amigos, compartilhemos, durante todos os dias do ano, o pão da Boa Nova do Divino Mestre, que alimenta os corações com Paz e Fraternidade Ecumênica, veredas seguras pelas quais ansiamos caminhar.

 

José de Paiva Netto, jornalista, radialista e escritor.

paivanetto@lbv.org.brwww.boavontade.com

 

______________________________________________

ServiçoTesouros da Alma (Paiva Netto), 304 páginas. À venda nas principais livrarias e bancas de jornal.

Talvez você se interesse por estes artigos

Paiva Netto   Ernest Renan (1823-1892), filósofo, historiador e livre-pensador francês, citado por Humberto de Campos (1886-1934) em “Carta a Gastão Penalva” (1887-1944), seu colega...
Fechar Menu