Além de ganhar uma barriga esteticamente mais bonita, a cirurgia plástica abdominal traz mais benefícios do que se imagina. Segundo uma pesquisa divulgada no jornal científicoPlastic and Reconstructive Surgery®., além dos benefícios cosméticos, a cirurgia plástica abdominal realizada após o parto colabora para diminuir a dor nas costas e reduz a incidência de incontinência urinária, outro problema comum que atinge as mulheres depois de ter filhos.

O estudo acompanhou 214 mulheres que realizaram a abdominoplastia e pediu para que elas respondessem a um questionário antes e depois da cirurgia. Antes de realizar o procedimento, 51% delas sofriam de dores nas costas com índice de moderado a grave. Já a incontinência urinária era uma preocupação de 42.5% das entrevistadas.

Cerca de seis meses após a cirurgia, apenas nove pacientes ainda sofriam de dores nas costas e a incontinência urinária estava presente em apenas 2% das pacientes.

No Brasil foram realizadas mais de 133 mil abdominoplastias em 2016, segundo os últimos dados publicados pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética. A cirurgia de abdômen representa cerca de 30% dos procedimentos estéticos realizados no Brasil.

“A abdominoplastia é um procedimento muito procurado, pois traz excelentes resultados estéticos. Além dos benefícios para a aparência e para a autoestima, este estudo mostrou dados interessantes de vantagens adicionais do procedimento”, afirma o cirurgião plástico Dr. Luiz Molina.

Barriga que não volta mais
O médico comenta que muitas mulheres procuram a abdominoplastia após a gravidez, principalmente quando houve uma sobra importante de pele. “Por mais que a mulher faça atividade física e dieta, em alguns casos, a pele não irá voltar ao que era. Nestes casos, a cirurgia é bem indicada. Ela também ajuda na recuperação dos músculos e na estabilidade da região pélvica e isso pode explicar a melhora das dores nas costas e a prevenção da incontinência urinária, por exemplo”.

Quem pode fazer?
“A cirurgia é uma opção apenas para as mulheres que não pretendem mais ter filhos e tenham sobra (flacidez) de pele abdominal. Pessoas que perderam muito peso também são candidatas”, explica Dr. Molina.

Peso precisa ser controlado
A abdominoplastia consiste na remoção de gordura e de excesso de pele na região do abdômen. A cirurgia tem resultados tecnicamente permanentes, porém exige cuidados importantes no pós-cirúrgico.

"É importante lembrar que a abdominoplastia não substitui dietas e exercícios na perda de peso. É uma cirurgia que colabora para diminuir a flacidez na barriga justamente para aqueles pacientes que já perderam peso e que têm dificuldade de se livrar da pele que sobrou”, afirma Dr. Molina.

Vale ressaltar que no caso de mulheres que desejam engravidar novamente, a cirurgia não é recomendada. Caso a paciente mude de ideia, entretanto, a recomendação é de que a gravidez ocorra pelo menos um ano após o procedimento, com estrito controle do peso e hidratação profunda da pele para prevenir estrias.

(leda@agenciahealth.com.br)

Talvez você se interesse por estes artigos.

O nervo ciático é responsável por controlar as articulações do quadril, joelho e tornozelo e, também, os músculos posteriores da coxa e os músculos da perna.  A lombociatalgia, mais conhecida como "dor no ciático", é um problema...
Fechar Menu