O Ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Valter Casimiro, autorizará nesta sexta (18), no Hotel Mabu, importantes obras para o desenvolvimento da infraestrutura de Foz do Iguaçu e região. Na solenidade, que contará com a presença do prefeito Chico Brasileiro, do Diretor Geral do DNIT, Halpher Luiggi Mônico Rosa, do presidente da Infraero, Antônio Claret, da governadora Cida Borghetti, do diretor Geral da Itaipu Binacional, Marcos Stamm, e do deputado federal Fernando Giacobo (PR), serão anunciados investimentos para melhoria e expansão do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu e o edital de licitação da Perimetral Leste. Também está prevista a concessão de uma área da Infraero para a iniciativa privada.

Os recursos para eliminar esses gargalos estruturais, que travam o avanço da cidade há décadas, virão do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), da Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), Itaipu Binacional e Prefeitura. Os investimentos somam aproximadamente R$ 500 milhões.

“Essas obras são sinônimo de uma luta antiga da cidade, e do nosso mandato na Câmara Federal, e agora começam a se tornar realidade. A primeira etapa dessas obras está sendo cumprida e a conclusão vai destravar o crescimento econômico de Foz e região”, avalia o deputado Federal, Fernando Giacobo.

O Aeroporto vai passar por uma repaginação completa. O valor do investimento é de R$ 32 milhões e inclui a instalação de pontes de embarque e desembarque, os chamados fingers. Ainda está prevista a ampliação das áreas de check-in, salas de embarque e saguão, além da construção de um novo espaço para abrigar os serviços administrativos e uma nova configuração na praça de alimentação.

Outra obra programada para o terminal iguaçuense é a expansão da pista, dos atuais 2.195 metros para mais de 3 mil metros de extensão, permitindo voos sem escala para os Estados Unidos e países europeus, o que vai consolidar o aeroporto como um hub do Mercosul. O valor estimado da ampliação é de R$ 108 milhões e inclui ainda a duplicação do acesso de 800 metros entre a BR-469 e a entrada do aeroporto e ampliação do pátio de estacionamento de aeronaves.

Na assinatura do acordo de cooperação está definido que a Itaipu Binacional vai aportar cerca de R$ 70 milhões e a Infraero R$ 38 milhões. O edital de licitação deve ser lançado nos próximos meses, após conclusão do projeto e a obtenção das licenças ambientais, que estão sob responsabilidade do Fundo de Desenvolvimento e Promoção Turística do Iguaçu – Fundo Iguaçu. Após serem aprovados, os projetos serão doados à Infraero. A obra deverá ser licitada até o final do ano.

“Repaginação do terminal de passageiros e ampliação da pista do aeroporto vão melhorar a conectividade área de Foz do Iguaçu, permitindo o aumento do fluxo de turistas estrangeiros e a internacionalização do Destino Iguaçu. Será uma revolução para o desenvolvimento do nosso potencial turístico e econômico”, afirma o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla.

Perimetral

Uma das obras mais esperadas pela população iguaçuense começa a sair do papel com o anúncio do ministro. Trata-se da Perimetral Leste, trecho de aproximadamente 15 quilômetros que vai ligar o trevo de acesso à Argentina com a BR-277, desafogando o tráfego de cerca de 60 mil caminhões vindos da Argentina e Chile, que hoje circulam pelo corredor turístico e passam pelo centro da cidade.

O valor previsto do investimento é de R$ 126 milhões. O edital de licitação será lançado nesta sexta com a modalidade de Regime Diferenciado de Contratação (RDC). O processo licitatório deve estar concluído em 60 dias.

Duplicação da Avenida das Cataratas

Os projetos de engenharia e o licenciamento ambiental da duplicação dos 8,7 quilômetros da Rodovia das Cataratas já receberam aval positivo do Ministério dos Transportes. Projetos foram bancados pela Itaipu, Fundo Iguaçu e o Iguassu Convention e Visitors Bureau e doados para o Dnit há dois anos. A próxima etapa envolve o lançamento do edital de licitação. Uma emenda da bancada paranaense assegurou R$ 50 milhões no Orçamento da União. O custo total das obras está previsto em R$ 116 milhões.

Concessão

O ministro também anunciará uma parceria público-privada para a concessão de uma área da Infraero. O espaço, localizado em frente ao Centro de Convenções, possui 90 mil metros quadrados e já foi recebeu modalidades dos X-Games, em 2013. A concessão será de 25 anos com um investimento estimado de R$ 120 milhões.

Fotos Aeroporto: Christian Rizzi

clipping@cliptime.com.br

Talvez você se interesse por estes artigos.

Fechar Menu