Microempresários são os mais otimistas com as vendas durante a Copa do Mundo, constata Boa Vista SCPC

Quando questionados se o faturamento da empresa deve aumentar em função da Copa do Mundo da Rússia, 31% dos microempresários entrevistados pela Boa Vista SCPC, responderam que sim. Em seguida estão os empresários das grandes empresas (27%), depois os das pequenas (26%) e por último os das médias empresas (23%). No geral, 28% dos empresários confiam no aumento do faturamento por conta da Copa do Mundo. 49% acreditam que ficará igual ao mesmo período do ano passado; e 23% que irá diminuir. A melhor percepção vem de empresas do Comércio, no qual 37% apostam em um aumento do faturamento. A imagem abaixo contém o detalhamento.

Fonte: Boa Vista SCPC

Os números também não são muito otimistas nos quesitos estoque, contratação de mão de obra e realização de promoções especiais. De acordo com o levantamento da Boa Vista, apenas 19% dos empresários disseram que aumentaram o estoque, esperando vender mais na Copa. 5% confirmaram que contrataram mais funcionários e 35% que farão promoções especiais.

 

Quando questionados se esperam lucrar mais caso o Brasil passe para as finais, 26% dos empresários responderam que sim. Por setor, 39% dos empresários do Comércio esperam ganhar mais com o Brasil chegando aos jogos finais da Copa. Os da Indústria são 17% e os do Serviço 19%.

 

Metodologia

A pesquisa ‘Perspectivas Empresariais - Copa 2018’, da Boa Vista SCPC, foi realizada de modo quantitativo, por meio de questionário eletrônico via Internet, no período de 1 a 29 de maio de 2018. A maior parte dos respondentes ou é sócio ou é proprietário da empresa (49%). Gerentes, coordenadores e supervisores são 24% dos entrevistados.  O universo da pesquisa é representado por empresas dos diferentes setores de Comércio (atacadista e varejista), Serviços, Indústria, Construção Civil e Instituições Financeiras. A amostra foi constituída por cerca de mil empresas, distribuídas segundo o porte, setor e região. A leitura dos resultados deve considerar 95% de confiabilidade e 3% de margem de erro, para mais ou para menos.

comunicacao@boavistaservicos.com.br

 

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu