“Seja Luz” e evite a todo custo a ser “Pedra de Tropeço” na vida das pessoas

*Por Ilson Rezende, CEO da DB1 Global Software

No final de 2017 realizamos o planejamento estratégico para 2018. Em um momento de introspecção do time de planejamento, começamos a discutir a essência do propósito da DB1. Essa discussão já vinha há dois anos e frases são postas uma após a outra, algumas até oficializadas, mas todas caem ao chão no surgimento de uma outra. Nesse encontro no final de 2017 foi diferente, foi aquele momento “Eureca! É isso!”, as coisas de repente fazem sentido em uma única frase.

Um sintoma que logo apareceu foi de as pessoas começarem a contar exemplo de momentos que fomos “Luz”, e de alguns poucos momentos que fomos “Pedra de Tropeço”, na vida dos clientes e o impacto na vida de cada uma das pessoas envolvidas. Quando desenvolvemos um projeto altamente inovador que muda a forma como um cliente vende ou entrega seu produto, o que isso representa na vida das centenas de pessoas que trabalham lá e na vida dos clientes desse cliente, como muda a vida deles?

Nesse momento entendemos o poder que tínhamos nas mãos. Que de fato não existe negócio entre dois CNPJs, embora a DB1 esteja focada em negócios (B2B). O que existe são pessoas. Pessoas da DB1, ajudando pessoas do lado de um cliente, e de fato, tem risco de atrapalharmos a vida dessas pessoas se nossos produtos e serviços não forem entregues com muito compromisso, empenho e profissionalismo.

Imagina um cliente que aposta em uma estratégia de alavancar suas vendas, adquirindo o ANYMARKET (um dos produtos do grupo), e ao entrar nos marketplaces não realiza venda: ele gastou dinheiro, trabalhou em um projeto que poderia definir a sobrevivência do seu negócio no futuro e nada deu certo, perdeu tempo de executar essa estratégia ao invés de outra. E qual a nossa responsabilidade sobre isso? Podemos dizer que nenhuma, que entregamos o que ele comprou. Mas entregamos o que ele precisava? Fomos Luz no caminho dele? Talvez, o que precisávamos ter entregue é um diagnóstico de que ele não deveria entrar em marketplace, ou pelo menos quais os riscos dessa empreitada… ou simplesmente dizer não, você não está no momento certo para essa estratégia… isso sim seria “Ser Luz”.

Me recordo de certa vez que um cliente da unidade de gestão empresarial aprovou uma ordem de serviço de aproximadamente 750 horas de desenvolvimento. Um valor significativo para nós na época. Quando li a ordem de serviço levantada pelo time (a equipe de certa forma até orgulhosa pelo aumento do faturamento nessa conta), solicitei para o implantador não realizar a ordem de serviço e levar o cliente em outro cliente nosso que fazia o processo de expedição de forma diferente e não tinha os problemas que aquela ordem de serviço pretendia resolver. Uma mudança organizacional que ele poderia fazer sozinho em menos de uma semana. Após a visita, o cliente agradeceu muito nossa atitude e estava muito grato, pois não somente resolveria aquele problema, mas tinha viabilizado outras melhorias que poderia implantar na empresa. De fato, entregamos um valor enorme sem desenvolver uma linha de código, o que pode ser considerado um absurdo para uma Fábrica de Software. Para nós até hoje é motivo de muito orgulho, pois verdadeiramente “Fomos Luz” na vida desse cliente e das pessoas que fizeram essa visita. Ah, e ele continua sendo cliente nosso há mais de 10 anos!

Por isso acredito que achamos nossa essência, nosso propósito. “Ser Luz na vida das pessoas e evitar a todo custo ser uma Pedra de Tropeço!”, porque MUITO tem sido confiado a nós quando somos contratados, muitos sonhos coorporativos, que por consequência são de pessoas e podem ser atingidos com a nossa ajuda. Muitos percalços podem ser evitados com nosso apoio. E se não vamos mudar algo no mundo todo, vamos mudar profundamente o mundo das pessoas que tivermos contato, e isso nem o Google vai conseguir fazer tão bem quanto nós.

———

llson Rezende é Presidente fundador da DB1 Global Software e CEO do ANYMARKET, um Marketplace Hub, criado e desenvolvido pela DB1 para atender ao universo e-commerce. Considerado referência de mercado, é uma solução que conecta as ferramentas de e-commerce aos maiores marketplaces como Mercado Livre, Amazon, Netshoes, Dafiti, Cnova, Walmart, B2W, Magazine Luiza, Carrefour, entre outros.

Como liderança empresarial em Maringá, participa em conselhos de administração de diversas entidades como a Associação Comercial e Empresarial de Maringá – ACIM, Sindicato das Empresas de Tecnologia da Informação do Noroeste do Paraná, como Vice-presidente da Cooperativa de Crédito SICOOB Metropolitano, Presidente da Aceleradora de Startups EVOA e como Presidente do CODEM, Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá.

Antes de fundar a DB1 Global Software, no ano 2000, Ilson atuou como Gerente de Projetos de Software na T&T.

Ilson é graduado em Processamento de Dados pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), possui especialização em Sistemas de Informação pela SPEI (Sociedade Paranaense de Ensino e Informática) e MBA em Gerenciamento de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas.

Linkedin: https://www.linkedin.com/in/ilson-rezende-00542512/