TIM alerta clientes do PR sobre a importância da troca de chip 3G para 4G

A troca pode ser feita em qualquer loja TIM e garante uma percepção imediata de melhoria da qualidade da navegação na internet.

Para levar a cada vez mais consumidores a melhor experiência em navegação na internet móvel, a TIM segue ampliando sua rede 4G no Paraná. A operadora já está presente com a cobertura de quarta geração em 348 cidades paranaenses, cobrindo 97,4% da população urbana. No entanto, para que seus clientes utilizem da melhor maneira possível o 4G - que oferece uma velocidade até cinco vezes mais rápida do que a rede 3G - a operadora está alertando sobre a necessidade da troca do chip 2G ou 3G para o chip 4G.

De acordo com o diretor comercial da TIM na região Sul, Eduardo Coutinho, ainda existe uma parcela da base de clientes em todas as regiões do Estado que não usufruem a nova tecnologia com todas as suas vantagens. “Muitos clientes já possuem um aparelho compatível, estão em uma cidade com cobertura 4G, mas ainda não trocaram o chip antigo”. Segundo Coutinho, a troca por um chip 4G garante uma melhor experiência de uso da internet. “Essa troca é muito rápida e pode ser feita em qualquer loja TIM. Vale salientar também que a percepção de melhoria é imediata”.

Atualmente, já são 348 municípios cobertos com os serviços 4G no Paraná, onde a TIM também tem investido na implantação da rede com frequência de 700 MHz e do VoLTE, tecnologias que garantem ainda mais qualidade à rede 4G. O VoLTE (Voice over LTE) permite a realização de chamadas em alta definição pela rede 4G com eficiência e estabilidade. Permite a navegação simultânea utilizando o 4G e reduz o consumo de bateria. Além disso, o tempo de estabelecimento da ligação é até quatro vezes mais rápido do que o atual. Já a liberação da faixa de 700 MHz, para transmissões de banda larga e telefonia móvel, traz ganho de qualidade e velocidade. O alcance de cobertura é, em torno de, três vezes maior comparado ao da faixa de 2600 MHz, além de proporcionar uma maior penetração nos ambientes indoor. As ativações de 4G na faixa de 700 MHz também permitem a adoção da tecnologia carrier agregation em duas ou até três frequências, dependendo da localidade.

No triênio que começa este ano e vai até 2020, a TIM irá investir R$ 12 bilhões em infraestrutura de rede, para a fase de complementação da cobertura 4G no Brasil. Os investimentos em rede na TIM mantêm sua liderança em cobertura 4G com 3.120 cidades brasileiras, onde 65% do tráfego de dados já acontece na rede de quarta geração

Talvez você se interesse por estes artigos

Com previsão inicial de inauguração em dezembro de 2017, o Mondrí Aeroporto teve essa data adiada em função de significativas e impactantes melhorias. O empresário...
Fechar Menu