Artigo de Paiva Netto – Novo caminho para as Índias

Novo caminho para as Índias



Paiva Netto

Em Apocalipse sem Medo (2000), no qual
apresento trechos de algumas palestras que proferi na década de 1990, afirmei
que a verdadeira reforma não surge exclusivamente de crenças, ideologias ou
sistemas de governo humanos. Nasce no Mundo (ainda) Invisível, a Pátria de onde
todos viemos e para a qual retornaremos, sem prerrogativa. 

Dessa
revolução permanente participam milhões e milhões de Espíritos aguerridos, mas
de coração sublimado. Eles devem ser escutados, pois nos falam da sabedoria de
outras existências, que premiam o correto esforço com a recompensa da
libertação.
“Ah! Não existe o Outro Lado da Vida?”
Não?!
Então, me responda, por favor: onde se encontram Deus, o Cristo e o Espírito
Santo? E os santos de devoção? Para que local Você dirige as suas súplicas,
quando ora? Para que lugar Você vai, quando for “transferido” deste para o
“Outro Mundo”? 
É bem
melhor descobrir que prosseguimos vivos e atuantes numa dimensão espiritual do
que nessa sinistra falácia de última fronteira dos “sete palmos de terra”, que,
no mínimo, são bem pesados para quem não honrou seus compromissos na Terra. É
melhor ter esperança do que passar a vida sofrendo um oculto medo da escuridão
eterna. 
A terra
deixará de ser exílio
Na
Terra, ninguém escapa da inevitável convocação da morte. Aliás, essa
preocupação é pertinente também para os irmãos ateus materialistas. 
A certa
altura da jornada humana, não há quem não se indague, nos momentos solitários
de reflexão, sobre o seu próprio futuro... mais além. Um porvir especial que
terá de enfrentar sozinho, ou sozinha. É quando se chega ao que podemos chamar
de “Cabo das Tormentas” (a idade que nem todos gostam de ter). Todavia, depois
de contornado, como o fez Bartolomeu
Dias
(1451-1500), se desejamos investigar realmente a respeito de nossa
essência imaterial, passa a ser o “Cabo da Boa Esperança”, que, não mais
causando temores, nos revela que há um “Caminho ‘Marítimo’ para as Índias” do
Espírito. Ali serão encontradas todas as especiarias e riquezas imortais. 
A Vida
é eterna, como o Amor autêntico. O Livro das Profecias Finais mostra essa
realidade, quando para nós vislumbra Novo Céu, Nova Terra, Nova Jerusalém
(Apocalipse, 21:1 e 2). Trata-se do torrão natal, para onde todo exilado deseja
volver. Porém, um fato maravilhoso ocorrerá desta vez: o nosso país de origem,
o Céu, é que virá ao nosso encontro, baixando das Alturas à Terra (Apocalipse,
21:9 a 11): 
“9 Então veio um dos sete Anjos que têm as
sete taças cheias dos últimos sete flagelos, e falou comigo, dizendo: Vem cá e
eu te mostrarei a noiva, a esposa do Cordeiro de Deus.
“10 E ele me transportou, em Espírito, a uma
grande e elevada montanha, e me mostrou a cidade santa, Jerusalém, que descia
do céu, da parte de Deus,
“11 a qual tem a claridade do próprio Deus
(...)”.
Prevenção
do suicídio

Dez de
setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. Constantemente tenho lhes
demonstrado que a morte não existe. Contudo, vale sempre ressaltar: o suicídio
nunca deve ser considerado como alternativa a quem quer que seja. Alziro Zarur (1914-1979) já dizia: “O suicídio não resolve as angústias de
ninguém”
. (viniciusf@lbv.org.br)
José de Paiva
Netto, jornalista, radialista e escritor. 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com