Colaboradores arrecadam 500 mil moedas para facilitar o troco

A escassez de moedas no mercado tem levado as empresas a buscar soluções para sua arrecadação. É o caso da concessionária Ecovia, responsável pela administração das rodovias que ligam Curitiba ao Litoral, que realizou uma campanha interna para estimular a circulação das moedas. Resultado parcial da campanha mostra que a concessionária arrecadou 500 mil moedas que voltarão à circulação por meio de troco aos usuários.

“As moedas são importantes na nossa operação diária e a sua escassez nos levou a usar a criatividade para mostrar sua importância em nosso dia a dia”, afirmou o diretor-superintendente da Ecovia, Evandro Vianna. A campanha teve também um caráter educativo, uma vez que instruiu os colaboradores da concessionária a colocar o dinheiro em movimentação.

A campanha da Ecovia, no ar desde maio, tem como objetivo estimular os colaboradores a colocar moedas em circulação e arrecadar as mesmas para facilitar o troco, sobretudo às moedas de R$ 0,10 e R$ 0,05. Para engajar os colaboradores, foi montada uma tabela de pontuação para cada moeda e as de 0,05 e de 0,10 valem mais, em função da escassez das mesmas no mercado. Os que arrecadarem mais receberão prêmios variados como um celular, um tablet, e uma TV 42 polegadas tela LCD.

E alguns colaboradores já despontam na liderança devido ao resultado obtido até agora. É o caso do Franclin Rausis (16), aprendiz na concessionária. Ele trabalha meio período no setor de Arrecadação e é o líder da campanha por já ter arrecadado o equivalente a mais 60 mil moedas.

Para chegar a esse resultado, Franclin usou como estratégia a divulgação da campanha para todos do bairro onde mora, em São José dos Pinhais. A partir daí foi só estabelecer o dia e arrecadar. “Em julho, acumulei um terço do total que tenho, ou seja, mais de 20 mil moedas”, explica o jovem. Tanto esforço tem uma meta: Franclin quer ganhar a TV. “Quero dar de presente à minha família”, afirmou.

Mesma com a campanha interna, a Ecovia está se preparando para a temporada de verão quando a utilização das moedas no troco é essencial para os quase dois milhões de veículos que devem trafegar no período. “Em um dia de intenso movimento típico de temporada, chegamos a usar mais de 50 mil moedas”, afirma Raul Boff, gerente de Atendimento ao Usuário.

A falta de moedas é um problema nacional e isso tem levado as empresas a se adaptarem com campanhas e incentivos junto aos seus colaboradores, principalmente para a arrecadação das moedas de R$ 0,05 e R$0,10. O Banco Central, com a ideia de reduzir custos, minimizou a quantidade solicitada a Casa das Moedas já que sua produção tem um custo operacional.

“Mesmo com o foco da campanha nos colaboradores da Ecovia, a resposta dá-se diretamente aos usuários e motoristas que necessitam da moeda como troco”, afirma Evandro.

Sobre a Ecovia – A Ecovia é uma empresa do GrupoEcoRodovais. No Paraná é responsável pela operação e manutenção da BR-277 – rodovia de grande importância comercial e turística na Região Sul, por ligar Curitiba ao Porto de Paranaguá, numa extensão de 84 quilômetros em pista dupla, além dos segmentos rodoviários PR-508 (Alexandra-Matinhos), e PR-407 (Pontal do Paraná). A empresa também presta manutenção nas rodovias de oferta que ligam a BR-277 às cidades de Morretes e Antonina. A Ecovia oferece ainda os Serviços de Atendimento ao Usuário (SAU) nos km 35 e 11 (sentido Paranaguá) e km 61,2 (sentido Curitiba) onde há banheiro, fraldário, café, água e telefone público.

Sobre o Grupo Ecorodovias – Ecorodovias é um dos maiores grupos de infraestrutura e logística intermodal do Brasil. Conta com sete concessões rodoviárias nas regiões Sul e Sudeste, somando mais de 1.900 quilômetros de rodovias por onde passam 120 milhões de veículos por ano, representando 52,8% do fluxo de passageiros e turistas, e 48% de toda a carga nacional movimentada no país.

nqm

IMG_0642

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui