Ferroeste contribui com transporte de frigorificados para liderança do Porto de Paranaguá nas exportações de frango

O Porto de Paranaguá assumiu a liderança nacional nas exportações de carne de frango com 1,25 milhões de toneladas exportadas nos dez últimos meses e parte desse resultado se deve a atuação da Ferroeste em parceria com a Cotriguaçu, a Brado Logística e a Rumo ALL.
Segundo o presidente João Vicente Bresolin Araújo, “o movimento de frigorificados na Ferroeste, saiu de um patamar de 1.518 contêineres, em 2011, para alcançar mais de oito mil unidades até o final deste ano”. Em 2015, a empresa movimentará aproximadamente 200 mil toneladas de frigorificados.

O crescimento do transporte de congelados pela ferrovia teve o aporte de investimentos realizados pela Cotriguaçu paralelamente à modernização que o Governo do Estado implementou na Ferroeste. A Cotriguaçu é uma união de várias cooperativas que atuam na região Oeste do Paraná.

Depois que o novo terminal de frigorificados da Cotriguaçu foi concluído em julho de 2013, em Cascavel, e projetos de otimização operacional foram implantados pela Ferroeste, o volume de contêineres tracionados pela empresa praticamente dobrou, conforme o diretor de Produção, Rodrigo César de Oliveira. “No período, a movimentação de contêineres frigorificados alcançou um crescimento de 98%”, informa.

Porto
O secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, José Richa Filho, disse que “a ampliação do modal ferroviário trouxe uma opção mais econômica para os produtores, fazendo com que a carne fosse canalizada para Paranaguá”. Ele se refere aos investimentos feitos desde 2011 na modernização da Ferroeste para dobrar sua capacidade de operação.
Para o diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Luiz Henrique Dividino, os investimentos na modernização do terminal paranaense trouxeram maior agilidade para as operações e impulsionaram as exportações.

O Paraná lidera a produção e também as exportações de carne de frango. De acordo com o Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, desde 2012 o Estado tem o título de maior exportador nacional – representa 32% da exportação de carne de frango do Brasil.

O Paraná conta com 18.668 avicultores envolvidos na atividade – 41% localizados na região Noroeste, 28% no Sudoeste, 18,4% no Nordeste e 12,4% na região Sudeste do Estado. Segundo a Ocepar (Organização das Cooperativas do Paraná), oito cooperativas são responsáveis por 37,7% da capacidade instalada de abate de frangos para corte (com AENotícias).

<rc>

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui