A importância do teste do pezinho

O exame é oferecido em diferentes tipos no Laboratório Alvaro

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) reconhece mais de cinco mil doenças raras na escala internacional. Deste total, 80% são de origem genética, sendo que 75% atingem as crianças. Estima-se que 50% dessas doenças são diagnosticadas tardiamente. Por este e outros motivos a triagem neonatal, mais conhecida como teste do pezinho, é um dos exames mais importantes feitos em recém-nascidos. É o que explica Fabiano Sandrini, responsável médico e endocrinologista integrante do corpo clínico do Laboratório Alvaro.

Sandrini afirma que, com algumas gotas de sangue colhidas do calcanhar do bebê, o teste permite diagnosticar precocemente várias doenças, entre metabólicas, congênitas e infecciosas. A triagem deve ser feita entre três e vinte dias de vida da criança, já que antes disso os resultados podem não ser muito precisos.

O teste do pezinho chegou ao Brasil na década de 70 para identificar, inicialmente, a fenilcetonúria e o hipotireoidismo congênito e, desde então, outras doenças foram incluídas neste programa de triagem neonatal.  “Muitas dessas doenças não apresentam sintomas no nascimento e, se não forem diagnosticadas e tratadas o mais cedo possível, podem causar sérios danos à saúde, inclusive retardo mental grave e irreversível”, alerta o médico.

No Laboratório Alvaro são oferecidos quatro tipos de teste do pezinho. O básico contempla sete marcadores e detecta 20 doenças, dentre elas a fenilcetonúria e o hipotireidosmo congênito. O plus pode diagnosticar nove tipos de doenças, entre elas a fibrose cística. O teste ampliado detecta 37 doenças, como hiperplasia adrenal congênita, galactosemia, toxoplasmose congênita e anemia falciforme. Por fim, o master contempla 22 marcadores e detecta 50 doenças, dentre elas sífilis congênita, rubéola congênita e Doença de Chagas.

Além disso, pode ser agregada ao teste básico, plus, ampliado ou master a pesquisa para investigação de doenças como AIDS e deficiência da MCAD (distúrbio genético).

O Laboratório Alvaro faz também o teste do pezinho através do Atendimento Domiciliar. Mais informações pela Central de Atendimento (45) 3220-8000.

 

Sobre o Laboratório Alvaro

Com 48 anos de atuação o Laboratório Alvaro é referência no segmento de exames laboratoriais na região Oeste do Paraná, garantindo ampla cobertura em Cascavel e Foz do Iguaçu, com 13 unidades de atendimento. O Alvaro também é referência nacional em apoio diagnóstico para cerca de cinco mil laboratórios em todo o país. Possui mais de 600 colaboradores e oferece mais de 1,8 mil tipos de exames de análises clínicas. Mais informações no site www.alvaro.com.br

 

Laboratório Alvaro

Assessoria de Imprensa - Curitiba

Talk Assessoria de Comunicação

Karin Villatore

Mtb 2815

(41) 3018-5828 / 9963-4250/ 9681-7075

karin@talkcomunicacao.com.br

www.talkcomunicacao.com.br

www.twitter.com/talkcomunicacao

talkcomunicacao.wordpress.com

http://www.facebook.com/TalkAssessoriaDeComunicacao

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Talvez você se interesse por estes artigos

Você já notou pontos escuros na pele, principalmente do rosto? Isso acontece, muitas vezes, por conta da falta do uso do protetor solar, principalmente no verão...
Fechar Menu