Como identificar talentos dentro da sua própria empresa

rhToda empresa precisa conhecer muito bem quem faz parte do seu quadro de profissionais – e este “conhecer” significa saber quem é quem para identificar novos talentos lá dentro.

O novo gestor de contas pode ser aquele consultor que está na empresa há anos e não teve oportunidade. Pode ter alguém que já está na empresa e sabe muito bem quais são as políticas internas, a trajetória toda da empresa e, acima de tudo, conhece perfeitamente quais são os produtos ou serviços oferecidos. É neste momento que a avaliação individual de cada funcionário identifica até onde ele pode ir.

Para Eliane Catalano, Coordenadora de Seleção da NOSSA Gestão de Pessoas e Serviços, quando se faz uma orientação deste porte, todos os profissionais, gestores e os empresários descobrem novas possibilidades existentes ali mesmo: “as empresas investem fortemente em treinamento de novos contratados, mas tem um custo. Um trabalho bem feito consegue encontrar talentos dentro do ambiente de trabalho. Por isso a empresa precisa conhecer o quadro de funcionários e trabalhar feedback, por exemplo, que é um dos pontos que se trabalha fortemente em treinamento. Será que eles, funcionários, estão preparados para assumir novas responsabilidades e novas pressões?” questiona, Eliane.

Nesta avaliação de potencial, se faz uma entrevista de competências de cada profissional até entender quais são as suas maiores habilidades. Eliane cita o MAPA, uma ferramenta que consegue fazer o levantamento destas competências e a relação entre o que esta empresa precisa e o que este funcionário tem para oferecer: “através deste relatório conseguimos levantar todas as informações e as possibilidades que cada profissional pode atuar” completa, Eliane.

O talento pode estar mais perto do que se imagina
Uma das situações mais corriqueiras nestes treinamentos é encontrar um talento em outro departamento. Elaine lembra que esta situação é bem comum até mesmo em processos de recrutamento interno. E se encontrar algum talento que pode ocupar uma nova vaga, o investimento neste profissional precisa ser realizado:

“Quem não estiver preparado, vale sim realizar um treinamento mais adequado, mais direcionando, para que ele alcance essa competências. Se for algo mais técnico, já sabe onde investir. Se precisar fazer um Excel, a empresa pode providenciar. Basta saber o que este talento precisa evoluir. Reter talentos na empresa é sempre bom” conclui Elaine.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DEIXE SUA OPINIÃO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui