Oeste do PR é destaque em iniciativas de incentivo às micro e pequenas empresas

Dos oito melhores projetos paranaenses, vencedores da etapa estadual do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor, quatro são da região; Entre Rios do Oeste, Laranjeiras do Sul, Toledo e Tupãssi aguardam a final nacional, que acontece em Brasília no dia 10 de maio

A 9ª edição do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor contou com mais de uma centena de inscritos somente no Paraná. Desses, 22 projetos seguiram como finalistas da etapa estadual, sendo oito deles de prefeituras da região oeste e, assim que foram revelados os vencedores do estado, no dia 4 de abril em Curitiba, a conquista: 50% dos prêmios da etapa foram para cidades da região. Agora, os municípios de Entre Rios do Oeste, Laranjeiras do Sul, Toledo e Tupãssi, junto a outros quatro paranaenses (Curitiba, Guarapuava, Pinhais e Ribeirão Claro), disputam a etapa nacional com os oito vencedores de cada estado brasileiro no dia 10 de maio em Brasília.

Para Orestes Hotz, gerente do Sebrae/PR na região oeste, somente a participação das prefeituras no Prêmio já demonstra o quanto os gestores acreditam no desenvolvimento local e regional a partir da melhoria do ambiente da micro e pequena empresa. “Em cada edição, a região sempre apresenta um grande número de boas práticas no Prêmio. O objetivo da premiação é reconhecer os melhores projetos, mas, percebemos que, independentemente de ganhar ou não, quando um gestor municipal coloca em prática soluções de apoio aos pequenos negócios, este já é um ganho e tanto para o município”, observa.

Nas etapas estaduais, o Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor tem concorrentes em oito categorias: Desburocratização e Formalização, Compras Governamentais de Pequenos Negócios, Implementação e Institucionalização da Lei Geral, Inclusão Produtiva com Segurança Sanitária, Inovação e Sustentabilidade, Municípios Integrantes do G100, Pequenos Negócios no Campo e a categoria de Melhor Projeto. A diferença, na fase nacional, conforme explica o consultor do Sebrae/PR, Adir Mattioni, é na categoria Melhor Projeto, que será subdividida em regiões brasileiras.

“Em vez de oito vencedores (como nas disputas estaduais), são 12 prefeituras brasileiras premiados. Enquanto, no estado, temos um vencedor para cada uma das oito categorias, em âmbito nacional, o Melhor Projeto vai ser entregue para cinco prefeituras, tendo em vista que a seleção é subdividida em grupos de estados (regiões sul, sudeste, centro-oeste, nordeste e norte). Nesta edição, a representante do Paraná nesta categoria é Curitiba”, detalha Mattioni acrescentando que Entre Rios do Oeste ‘disputou’ junto à capital e à cidade de Arapongas nesta mesma categoria em fase estadual.

Municípios do oeste

Mesmo sem ter sido considerada o melhor projeto do estado, Entre Rios do Oeste ficou com o primeiro lugar na categoria Compras Governamentais, na qual também estavam as cidades de Pontal do Paraná e Arapongas. Também representante do oeste do Paraná, Laranjeiras do Sul ‘disputou’ o primeiro lugar na categoria Desburocratização e Formalização com os municípios de Cascavel e Guarapuava. Toledo, congratulada com o melhor projeto na categoria Inovação e Sustentabilidade, concorreu com iniciativas de Fazenda Rio Grande e Umuarama. Já Tupãssi competiu a estadual da categoria Implementação e Institucionalização da Lei Geral com Cambé.

Além dessas, os municípios de Guaraniaçu e Serranópolis do Iguaçu, também pertencentes ao Oeste do Paraná, foram finalistas da etapa estadual nas categorias Inclusão Produtiva com Segurança Sanitária e Pequenos Negócios no Campo, respectivamente.

Clique e conheça mais sobre os projetos nos links:
Entre Rios do Oeste
Laranjeiras do Sul
Toledo
Tupãssi

Deixe uma resposta