Indicador Ipea aponta alta de 0,38% nos investimentos no 2° trimestre

O Grupo de Estudos de Conjuntura (Gecon) do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada divulgou, nesta sexta-feira (26/09), o Indicador Ipea de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF). O indicador, que busca antecipar a atualização do Sistema de Contas Nacionais Trimestrais (SCNT) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aponta uma alta de 0,38% nos investimentos no segundo trimestre deste ano, em relação ao primeiro trimestre, na comparação livre de efeitos sazonais. “Os dados mais recentes indicam uma possível mudança de tendência dos investimentos, com destaque para as máquinas e equipamentos, cuja recuperação tem se mostrado mais significativa”, explica o coordenador do Grupo de Conjuntura do Ipea, José Ronaldo de Souza Jr.

Enquanto o indicador de investimento em construção civil avançou 0,50%, o consumo aparente de máquinas e equipamentos (Came) registrou alta de 11,72%, na mesma base de comparação, influenciado em grande medida pelo bom desempenho da produção doméstica de bens de capital ao longo de todo segundo trimestre; e, particularmente, pelo forte crescimento da importação registrado em junho. Na comparação interanual, o indicador aponta para uma contração de -9,2% no segundo trimestre de 2016, frente ao mesmo período do ano anterior. No primeiro trimestre, a queda chegou a – 17,5%.
FBCF
A formação bruta de capital fixo (FBCF) da economia é composta majoritariamente pelos investimentos em máquinas e equipamentos e em construção civil. Tendo em vista que os investimentos em máquinas e equipamentos equivalem ao consumo aparente de máquinas e equipamentos (Came), o Grupo de Estudos de Conjuntura (Gecon) do Ipea desenvolveu um indicador mensal da FBCF composto pela média ponderada desse indicador com um indicador de construção civil, que busca replicar a metodologia utilizada nas Contas Nacionais pelo IBGE. Além da vantagem da frequência mensal, há também a precedência temporal do nosso indicador em relação à divulgação da atualização do Sistema de Contas Nacionais Trimestrais (SCNT) do IBGE.

A metodologia de cálculo a proxy mensal da FBCF está detalhada no Texto para Discussão 2101. A diferença em relação às séries que constam no texto citado é que os dados mensais divulgados agora são ajustados, por meio do método de Denton, para que coincidam com as séries já divulgadas pelo IBGE.

Acesse o blog da Carta de Conjuntura

Confira o gráfico da série dessazonalizada da FBCF e a variação interanual

Acesse as tabelas com os resultados completos do Indicador Ipea

Vídeo: Assista ao comentário do coordenador de Conjuntura

Ipea – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
www.ipea.gov.br

Fundação pública vinculada ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada fornece suporte técnico e institucional às ações governamentais – possibilitando a formulação de inúmeras políticas públicas e programas de desenvolvimento brasileiro – e disponibiliza, para a sociedade, pesquisas e estudos realizados por seus técnicos.

 

ascom@ipea.gov.br

 

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui