Centro de Memória Ferroviária: parcerias e grande evento

 

O Centro de memória ferroviária da Lapa, já tem data marcada para abrir suas portas ao público: será no dia 22 de setembro. A data faz parte da programação da I SEMANA PARANAENSE DA MEMÓRIA FERROVIÁRIA, que será realizada nos dias 18,19,20 e  21 em Curitiba, tendo a conclusão de sua programação na histórica cidade, com a inauguração do CMFL, com sede na recém restaurada “Estação Nova”, que completou 65 anos de funcionamento  e recebeu uma restauração completa,  através da parceria entre  o município e o Exercito brasileiro; aliás, parceria é a palavra de ordem, para o coordenador dos projetos Márcio Assad, pois já na proposta original, que é de 1999, incluiu a ABPF-PR, como parceira na co-gestão do espaço. De lá para cá, enquanto as administrações municipais, corriam atrás da burocracia estatal para a posse e uso definitivos da estação, Assad ampliou os estudos e a gama de parcerias, dentro e fora do  Brasil, obtendo apoios fundamentais, para que o CMFL, seja referencia em um primeiro momento,  para o Suldo Brasil e na sequencia para os  paises do Cone sul das américas e Ibero Americanos. Para isso instituições que aderiram a causa e serão presenças constantes no dia a dia dos trabalhos , como a Secretaria de Estado da Cultura e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, além da ABPF-PR. colaborarão de forma institucional, para que a Lapa, pioneira em turismo férreo no Brasil ( roteiro Paraná/Santa Catarina) e o maior fenômeno de público e mídia na história de passeios ferroviários no país : Curitiba-Lapa-Curitiba, com “Maria Fumaça”, possa voltar a ter o destaque de outrora, com  uma modalidade de passeio férreo,  possível, ou seja, através das automotrizes, operadas pela Serra Verde Express, cujo pedido de autorização, já tramita nos órgãos reguladores competentes. “Precisamos sensibilizar a empresa RUMO, detentora da concessão da ferrovia, pois esta é a unica barreira,  que ainda,  nos impede da Lapa voltar aos trilhos do turismo”, enfatiza Marcio Assad , que também responde pelo departamento de turismo do município. e finaliza relembrando a letra de um samba : ” A Lapa, está voltando a ser a Lapa…” A primeira Semana Paranaense da Memória Ferroviária é uma promoção do Instituto Histórico e Geográfico do Paraná, Biblioteca Publica do Paraná e Centro de Memória Ferroviária da Lapa e já  conta com o apoio da Secretaria de Estado da Cultura, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Associação Paranaense de Ferromodelismo e Memória Ferroviária, UNIFER – Associação dos Aposentados e Pensionistas Ferroviários do Paraná e Santa Catarina, Associação Brasileira de Preservação ferroviária – Regional Paraná, Museu Ferroviário de Curitiba  e Serra Verde Express.