Saiba como identificar problemas nas amígdalas e adenoide

0
973

Nariz entupido com frequência, ronco noturno constante, infecções repetidas da garganta, nariz e dos ouvidos: esses são alguns dos sintomas que podem indicar que as amígdalas e adenoide passaram a ser um problema e que o paciente deve procurar um médico. Leila Crisigiovanni, otorrinolaringologista do Hospital Otorrinos Curitiba, explicou a função desses tecidos.

As amígdalas e a adenoide, assim como outros linfonodos, têm como função a produção de linfócitos e anticorpos, ajudando o organismo a se defender de micro-organismos que invadem as cavidades nasal e oral, ou seja, a barrar bactérias e vírus que são inalados. Elas têm função importante nos dois primeiros anos de vida, e após essa idade não são essenciais. Outros sintomas como respirar pela boca, dificuldade de se alimentar e/ou ganhar peso, e a presença de mau hálito são sinais que os pais devem ficar atentos”, explicou a otorrino.

Veja também:

:: Entrevista: especialista fala sobre o aumento dos casos de otite no verão

:: Você respira pelo nariz ou pela boca?

:: Roupas de cama e banho devem ser trocadas com mais frequência no verão

É possível ver as amígdalas abrindo a boca: são duas, uma em cada lado da úvula (campainha). Já a adenoide não (apenas com exames): ela está na região atrás do nariz.

Necessidade ou não da cirurgia
Antigamente, muita gente retirava as amígdalas e adenoide para acabar com infecções recorrentes de garganta. No entanto, segundo a doutora Leila, o processo cirúrgico não é garantia de que os problemas na garganta irão desaparecer.

consulta-amigdalas-adenoide-cirurgia-otorrinos-curitiba“A adenoamigdalectomia (cirurgia que faz a remoção da adenóide e amígdalas) não evita que existam infecções de garganta, pois as amígdalas e adenoide não são os únicos possíveis focos infecciosos. Entretanto, ainda existem muitas situações em que elas se tornam um sério problema e merecem ser removidas. Ou seja, tudo precisa ser devidamente analisado por um médico otorrinolaringologista”, reforçou a especialista.

Segundo a otorrino, a cirurgia de adenoide e amígdalas não deve ser feita como forma de prevenção, mas como tratamento para os sintomas.

Criança roncando, alerta ligado!
Crianças que roncam ou respiram de boca aberta podem ter alguma problema relacionado às amígdalas e adenoide, e os pais devem ficar atentos. De acordo com Leila, é na infância onde começa a aparecer o aumento das tonsilas faríngeas (adenoide), que muitas vezes está associada ao aumento de tonsilas palatinas (amígdalas).

“Se nem todo o tecido linfoide for removido durante a cirurgia, o tecido residual pode se hipertrofiar e novamente causar sintomas”, acrescenta a médica.

Existe uma idade certa para operar?
Segundo a especialista, não existe uma idade ideal para a cirurgia das amígdalas e da adenoide, e sim o momento certo de cada criança dependendo da gravidade do caso. “A indicação só pode ser feita após uma rigorosa avaliação clínica, com ajuda de exames endoscópicos ou de imagens que comprovem o prejuízo causado por estas estruturas”, lembrou Leila.

Adultos também podem operar amígdalas e adenoide
A cirurgia pode ser feita tanto em crianças como em adultos. As crianças submetidas ao procedimento costumam se recuperar muito bem. Já em adultos, trata-se de um pós-operatório bem mais complicado, já que as dores na garganta e ouvido são comuns.

Diretor Técnico: Dr. Ian Selonke CRM-PR 19141 | Otorrinolaringologia