Grupo Thá e GT Invest lançam primeiro empreendimento “high tech” de Curitiba

0
373

Quem nunca se imaginou pilotando um carro voador pelo céu e chegar em casa e ser servido por uma funcionária-robô? Essa visão do futuro está presente no imaginário das pessoas graças ao desenho animado da família Jetsons, que mexeu com a imaginação de toda uma geração na década de 1980.

 

Para quem não lembra, os “videofones”, como eram chamados na animação, transmitiam a conversa entre George e o senhor Spacely, e foram um prenúncio da era da mobilidade em que vivemos hoje, com vídeo chamadas sendo feitas até mesmo pelo relógio de pulso. Toda a tecnologia presente no mundo dos Jetsons ainda vai demorar para existir, mas, com o advento da internet, a vida cotidiana já mudou bastante.

 

Hoje, as pessoas não precisam mais gerenciar presencialmente atividades rotineiras. Os moradores do All You Need, lançado em dezembro do ano passado pelo Grupo Thá em parceria com a GT Invest, por exemplo,  poderão solicitar a limpeza do apartamento ou mandar as roupas para lavar, reservar uma sala de reuniões, alugar uma bicicleta e até mesmo comprar uma massa congelada e uma garrafa de vinho, por meio de um app que será exclusivo para os usuários do edifício. Todos os serviços, que estarão disponíveis nos espaços do residencial – academia, lavanderia, coworking, bike sharing e loja de conveniência – poderão ser utilizados apenas com um toque no celular, em sistema pay-per-use. A conta será cobrada no boleto do condomínio.

 

De acordo com Marcelo Thá, diretor de incorporações do Grupo Thá, o All é o primeiro empreendimento “high tech” de Curitiba e já um sucesso de vendas – em apenas três meses, 127 unidades já foram comercializadas. “O prédio foi pensado e desenvolvido para as smartcities. O edifício vai ser entregue com link de internet, que vai atender as unidades residenciais e as áreas comuns, que ainda terão sistemas de som com conexão bluetooth. Essa será a nossa primeira incorporação digital, no meio dos edifícios analógicos. O compartilhamento e a conectividade serão os grandes diferenciais do empreendimento no mercado de imóveis compactos”, afirma.

Com plantas que variam de 17 a 44 metros quadrados,  o All You Need foi concebido para quem quer morar de forma inteligente, viver com mais simplicidade e praticidade, mas sem abrir mão do conforto e das conveniências de um grande centro urbano. O imóvel será na Rua Riachuelo, vizinho ao Paço da Liberdade – região que contempla universidades e o centro financeiro de Curitiba, próxima a diversas opções de lazer e gastronomia, além de acesso fácil, via transporte público, a vários pontos da capital paranaense.

Para Luiz Gustavo Comeli, consultor do Sebrae/PR na área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), a conectividade, sem dúvida, é um dos diferenciais mercadológicos do All You Need. “O edifício segue o conceito “smart”, que explora a ideia de viver com mais praticidade. O público que adota um estilo de vida minimalista, que prega o desapego e o compartilhamento é, justamente,  o que mais valoriza a tecnologia. Tudo o que for funcional vai satisfazer essas pessoas, que não querem perder tempo na fila do supermercado ou no deslocamento”, diz Comeli.

Casas inteligentes

Ainda segundo o consultor do Sebrae/PR, a construção civil está de olho nesse público, que têm ‘destreza digital’, ou seja, facilidade para consumir tecnologia. “As construtoras estão investindo em ‘casas inteligentes’ para satisfazer os clientes. As pessoas se tornaram dependentes da tecnologia. Não conseguimos mais imaginar como era a vida antes de todas as soluções tecnológicas que temos hoje”, salienta Luiz Gustavo Comeli.

Sem dúvida, esse é um caminho sem volta. A tecnologia permite  ligar o ar condicionado antes de chegar em casa ou acionar a cafeteira para preparar o café 15 minutos antes do despertador do celular tocar. A geladeira faz a gestão da comida que está dentro dela e aponta quais alimentos estão prestes a vencer. Os usuários têm a comodidade de receber a lista de supermercado por email. Assim, a internet vai se espalhando por todos os cantos da casa e do escritório, deixando tudo conectado de alguma maneira. Essas tendências serão cada vez mais acessíveis e devem se tornar uma “necessidade” das famílias num futuro próximo. Em quando isso acontecer, nos sentiremos bem próximos do universo futurista da família “Jetsons”.

 

Comments are closed.