Participação de atleta olímpica na I Etapa do Nacional de Badminton inspira jovens talentos

Lohaynny Vicente participou das Olimpíadas do Rio em 2016

“No badminton eu aprendi que sem garra não há vitórias”. A frase é da atleta olímpica de badminton, Lohaynny Vicente, e demonstra a importância do esporte na formação de crianças e adolescentes. A transformação da menina sonhadora em uma jogadora olímpica começou em um projeto social no Rio de Janeiro quando ela tinha apenas sete anos. “Conheci a modalidade por influência da minha irmã Luana, que me chamou para ver um jogo. No dia seguinte comecei a jogar e não parei mais”, relembra Lohaynny citando o projeto carioca Miratus onde tudo começou. Anos depois o projeto se transformou em um centro de treinamento voltado exclusivamente para o badminton.

A jogadora da seleção brasileira está participando da I Etapa do Campeonato Nacional de Badminton 2018, patrocinada pela Itaipu Binacional, que acontece em Toledo, no Oeste do Paraná até domingo (25). Ela acredita que competir em campeonatos nacionais pode influenciar os futuros atletas. “Querendo ou não, esses atletas que estão aqui se espelham no nosso trabalho. É preciso se dedicar muito para chegar a ser um atleta de alto rendimento, e quem aqui quiser chegar nesse nível precisa ter muita garra, buscar o sonho independente de classe social, e sempre ter a família como base”, comenta.

O trabalho de Lohaynny inspira meninos como o atleta da equipe de Toledo de badminton, Vinícius Alecrim. “Todo o reconhecimento que ela conquistou é mérito dela, resultado de um trabalho feito dia após dia. Mesmo se transformando em uma jogadora olímpica, ela continua humilde e tem a mesma postura de batalhadora dentro e fora de quadra”, comenta Alecrim. O jogador afirma que, assim como Lohaynny sonhou em participar de competições mundiais, pretende participar em 2024. “Todo atleta sonha em participar de um Pan, ou de uma olimpíada. Eu estou treinando para isso”, enfatiza Alecrim.

Disputas mundiais

A inspiração para disputar competições mundiais surgiu durante o Pan-Americano de 2007, que aconteceu no Rio de Janeiro. “Eu estava assistindo uma canadense jogar, fiquei impressionada com a performance dela e pensei ‘um dia quero estar lá’. Me espelhei nessa jogadora e comecei a treinar focada em competições maiores”, conta a atleta.

E o trabalho deu resultado. Lohaynny disputou os Jogos Pan-Americanos de 2011, em Guadalaja no México, os Jogos Pan-Americanos de 2015, em Toronto no Canadá – onde conquistou uma medalha de prata nas duplas femininas, quando jogou com a irmã Luana Vicente, e uma medalha de bronze nas duplas mistas, quando jogou com Alex Yuwan. Ela também foi a primeira atleta brasileira a disputar a modalidade nos Jogos Olímpicos em 2016, no Rio de Janeiro.

Confira os resultados das partidas disputadas por Lohaynny durante a I Etapa do Campeonato nacional de Badminton 2018:

JOGOS RESULTADOS
Lohaynny Vicente x Thamires Gonçalves 21-08   21-08
Lohaynny Vicente    x   Estefane Ventura

Luana Vicente              Mariana Couto

Walkover (WO) para Lohaynny e Luana
Lohaynny Vicente x Manoela Klemz 21-02   21-01
Lohaynny Vicente x Thalita Correa 21-15   21-09

Patrocinadores

A I Etapa do Campeonato Nacional de Badminton conta com o patrocínio da Itaipu Binacional e tem o apoio da Empol Embalagens, Nossa Farma, Bompel, Sportland, FM Pneus e Academia ERA Sadia. Além disso, a competição tem a parceria da Associação dos Amigos de Badminton de Toledo (AABT) e do Projeto Ação Social São Vicente de Paulo (ASSVP).

Comments are closed.