Congresso Brasileiro de Cardiologia tem mais de 1.500 trabalhos submetidos

O 73º Congresso Brasileiro de Cardiologia registrou a submissão de 1.540 trabalhos na modalidade Temas Livres. Foram 485 na categoria Pesquisador, sendo 178 Jovens, 218 Seniores e 110 não especificados, 301 Residentes Médicos, 675 Acadêmicos e 79 na nova categoria de Pós-Graduação. O evento vai acontecer em Brasília, entre os dias 14 e 16 de setembro.

A coordenadora de Temas Livres do 73º Congresso Brasileiro de Cardiologia, Maria Eliane Campos Magalhães explica que, em 2018, todo o sistema de submissão e julgamento dos Temas Livres foi reformulado, ficando mais adequado às necessidades de cada etapa do processo, agregando maior agilidade e layout mais amigável e moderno.
“Acreditamos que a atividade de pesquisa estimula a boa prática clínica, motiva o médico a se manter sempre atualizado e permite uma atitude crítica mais aguçada frente ao exercício diário da medicina”, diz a coordenadora Maria Eliane Campos Magalhães.
Para ela, o Congresso de Cardiologia tem valorizado os Temas Livres por representarem o melhor da produção científica na área cardiovascular no Brasil, além de estimular a pesquisa científica nacional. “Em Brasília, durante o Congresso, serão apresentados e divulgados para a comunidade científica cardiológica nacional, o que tem sido produzido no país em diferentes áreas e discutidos os achados com outros especialistas, colocando em perspectiva a sua futura aplicação clínica e/ou vislumbrando a oportunidade de mais estudos sobre o tema”, completa Maria Eliane Campos Magalhães.

Últimas notícias