Depois de realizar apresentações em Bauru e Florianópolis, a peça retorna à cidade de estreia para escrever uma Autobiografia de todo mundo com o público curitibano. Serão quatro apresentações ao longo do mês de julho: dia 16, segunda-feira, às 20:00, na região metropolitana, no Centro Cultural Wanda dos Santos Mallmann, em Pinhais; dias 17 e 18, terça e quarta-feira, às 20:00, no Espaço Obragem, em Curitiba; e dia 26, quinta-feira, às 21:00, como parte da programação do Festival Transa Atlântica, organizado pelo coletivo Atlas, em espaço localizado na Rua Paula Gomes, 529.

A peça estreou em setembro de 2017 como espetáculo de abertura da programação da Mostra Emergente, evento independente idealizado por cinco companhias de teatro de Curitiba, entre elas o Grupo Nômade.

Autobiografia de todo mundo é um espetáculo diferente a cada apresentação, pois a cena é construída com histórias e memórias do público. Este é co-criador do acontecimento cênico e a participação ocorre de maneira muito distinta dos formatos mais usuais utilizados no teatro, criando um espaço de acolhimento e intimidade com a plateia.

Serão realizados dois modelos de partilha com o público, um em palco italiano, cuja participação demanda que as pessoas levem seus celulares e fones de ouvido e o outro em espaço alternativo, onde o público é convidado a transitar pelo lugar.

A peça é do Grupo Nômade que coexiste em duas cidades, Brasília e Curitiba, e tem utilizado a distância como matéria de criação. Trata-se de um trabalho solo com atuação de Juliana Liconti, atriz curitibana que atualmente reside em Brasília e é professora de artes cênicas na Universidade de Brasília, e direção de Caio Monczak, ator e diretor curitibano e também idealizador da Mostra Emergente.

Segundo a atriz, Autobiografia de todo mundo é um convite à convivência e criação coletiva de novas histórias e mundos possíveis. A colagem é o principal procedimento de composição de cena o que possibilita que o público veja a sua própria história em um novo contexto, muitas vezes improvável, absurdo, paradoxal.

SERVIÇO

Autobiografia de todo mundo

PINHAIS (Palco italiano) – 16.07, às 20:00, no Centro Cultural Wanda dos Santos Mallmann, R. Vinte e Dois de Abril, 305. Entrada gratuita. Não esqueça de levar celular e fones de ouvido.

CURITIBA (Espaço alternativo) – 17 e 18.07, às 20:00, no Espaço Obragem, Alameda Júlia da Costa, 204. Ingressos: R$ 10,00 (inteira) / R$ 5,00 (meia).

CURITIBA (Espaço alternativo) – Festival Transa Atlântica, 26.07, às 21:00, Rua Paula Gomes, 529. Ingressos: R$ 20,00 (inteira) / R$ 10,00 (meia).

juliana.lima.liconti@gmail.com

Crédito das imagens em anexo: Lauro Borges

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu