Tecnologia ajuda pequenas empresas e MEIs a se adequarem às obrigações do eSocial

Notaparana

 

Apenas com soluções tecnológicas as pequenas empresas e as MEIs vão conseguir adaptar-se às exigências e prazos do eSocial – sistema de envio de informações da folha de pagamento e encargos trabalhistas ao governo. As empresas com faturamento anual inferior a R$ 78 milhões devem adequar seus processos de gestão, integrar setores e unificar as informações sobre os funcionários de acordo com as exigências da CLT.

O primeiro prazo vence na próxima segunda (16/07) e, além de um trabalho integrado com a equipe de RH, as empresas podem contar com softwares especializados que organizam um grande volume de informações e garantem economia de tempo e de recursos.

“Tudo começa no registro de ponto, que deve ser feito de forma precisa e eficiente”, afirma Marilucia Pertile, head da área de canais da Pontomais, empresa que oferece solução de registro de ponto na nuvem. O sistema permite administrar de maneira online, em tempo real, o ponto dos colaboradores por equipe e por unidade, de forma centralizada, permitindo antecipar riscos e evitar possíveis erros trabalhistas por parte da empresa, seja qual for o seu tamanho e número de funcionários.

A solução registra até acordos com os colaboradores e programa alertas sobre eventuais falhas, como desvio padrão de horários, evitando inconsistências no envio das informações e prevenindo irregularidades trabalhistas.

O software garante o atendimento das exigências do eSocial como a necessidade de comunicar o aviso de férias com 30 dias de antecedência em relação ao seu início.

“O governo quer garantir que a empresa declare suas ações diárias para o cumprimento da CLT, não sobrando espaço para empresários habituados a dar o famoso jeitinho brasileiro. O eSocial vem para mudar a cultura da administração e gestão dos funcionários”, ressalta Marilucia.

O eSocial (Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas) vai unificar a base de recebimento de dados trabalhistas, previdenciários e tributários, permitindo o cruzamento de dados e a eliminação gradual de inúmeras obrigações acessórias atreladas à contratação de colaboradores, sejam estes com vínculo empregatício ou não.
Em julho e agosto as pequenas empresas e MEIs deverão passar a fornecer informações sobre seus empregadores; entre setembro e outubro começa o envio de informações como admissões, afastamentos e desligamentos; e até dezembro devem passar a ser enviadas as folhas de pagamentos. A partir do ano que vem deverão estar presentes também, mensalmente, dados de segurança e saúde do trabalhador.

Sobre a Pontomais
O Pontomais é um sistema de controle de ponto eletrônico, que permite o acompanhamento da jornada de trabalho da equipe em tempo real, eliminando a burocracia e a papelada. Marcações de ponto, acesso a indicadores, solicitações de abonos, e outras funções estão reunidas em um sistema prático e fácil de usar. Mais informações no site