18ª edição do Agroleite apresenta os vencedores do Clube da Bezerra

Notaparana

Crianças e adolescentes criadores mostram talento no manejo de animais

A premiação do Clube de Bezerras 2018 aconteceu na manhã do último dia do Agroleite, sábado (18), na Cidade do Leite, em Castro (PR). Nesta atividade, os jovens criadores, com idade entre 8 e 14 anos, apresentam suas bezerras, nascidas entre março e abril deste ano. Eles precisaram mostrar muito jogo de cintura e interação com os animais no desfile na Arena Agroleite.

Com muito cuidado e destreza, cada um dos 16 competidores, sendo 14 meninos e duas meninas, foi puxando seus bezerros. Nesse julgamento, a plateia colabora fazendo silêncio para não atrapalhar o desfile de cada dupla. Todos os anos, são premiados vencedores em quatro categorias: Melhor da Categoria Júnior e Melhor da Categoria Sênior, Melhor Bezerra e Campeão Geral.

Confira os vencedores do Clube da Bezerra 2018:

Campeão geral

Daniel Pacheco de Lima

Melhor Bezerra

Maria Helena Vicente

RHOELANDT 2951 LEDA UNIX ORION

Categoria Júnior

1º lugar – Kaio Henrique Nascimento – 160 pontos

2º lugar – Rafael Jager de Lis – 145 pontos

3º lugar – João Henrique Ribeiro – 125 pontos

Categoria Sênior

1º lugar- Daniel Pacheco de Lima – 180 pontos

2º lugar- Maria Helena Vicente – 165 pontos

3º lugar- Robert Cardoso – 145 pontos

 

Clube da Bezerra

O Clube da Bezerra procura incentivar crianças e adolescentes a aprenderem a atividade exercida no meio rural, estimulando a sucessão familiar no campo. As crianças têm que levar o treinamento a sério. Elas adotam suas bezerras recém-nascidas, entre os meses de março e abril, e acompanham todo o desenvolvimento do animal até a realização do Agroleite, em agosto.

As atividades do Clube da Bezerra acontecem na Castrolanda desde 1980. Os técnicos da cooperativa ensinam os princípios básicos do manejo para as crianças em atividades lúdicas específicas, como os encontros realizados em março, no qual cada uma recebe um diário do animal. Lá, elas anotam o que a bezerra come, quando tomou as vacinas, se teve alguma doença e o quanto o animal cresceu e engordou com o passar do tempo. No diário são coladas fotos do treinamento, mostrando a dedicação do criador mirim e todo esse material é analisado nos concursos em que se inscrevem. Atualmente, 18 crianças e adolescentes participam do programa.

Na apresentação final na Arena do Agroleite, a beleza e o charme da bezerra contam pontos. Mas é a atuação da criança que realmente leva o prêmio: “O condutor tem que saber puxar a bezerra. Saber parar na hora certa, escolher a melhor posição da bezerra para valorizar as características do animal, tudo com muita desenvoltura e envolvimento”, explica Adoilson Machado, técnico da área de negócios da Castrolanda.

Copa dos Apresentadores

Nesta manhã também aconteceu a última etapa anual da Copa dos Apresentadores. A competição, que reúne participantes das cooperativas Frísia, Castrolanda e Capal, se divide em três categorias: 8 a 12 anos, 12 a 15 anos, e de 15 a 21 anos. Nesta disputa é avaliado o desempenho dos puxadores na pista.

Primeira Categoria

Bruna Caus Dekkers – 635 pontos

Guilherme Kok – 615 pontos

Nathaly Bronkhorst – 555 pontos

 

Segunda Categoria

Ramon Jager de Liz – 625 pontos

Daniel Pacheco de Lima – 605 pontos

Antony da Cruz Sperandio – 585 pontos

 

Terceira Categoria

Elisson Santos Cardoso – 750 pontos

Leonardo Zadra – 750 pontos

Victor Luis dos Santos – 730 pontos

 

Clube da Borrega

Quem também desfilou na manhã deste sábado, 18, na Arena Agroleite, foram onze crianças, de 6 a 10 anos, que apresentaram borregas (ovelhas novas). O desfile é um incentivo para que os pequenos já desde cedo respeitem e tomem gosto pelas atividades de criação de animais.