Em Ortigueira, Unidade de Beneficiamento de Mel vai agregar valor ao produto

Com a expectativa de agregar mais valor ao mel e ampliar mercado, será inaugurada na próxima quarta-feira (29), às 15 horas, em Ortigueira, na região Centro do Estado, a Unidade de Beneficiamento de Mel (UBM). Inicialmente, a UBM deverá beneficiar 60 apicultores do Município e região.  Com investimento de R$ 1 milhão, a UBM terá capacidade produtiva anual de 400 toneladas e será administrada pela Cooperativa Ortigueirense dos Apicultores e Meliponicultores (Cooramel).

De acordo com o presidente da cooperativa, Rafael Alves, a UBM vai permitir atingir diretamente o consumidor final, o que não era possível até o momento. “Ficamos, até então, nas mãos dos entrepostos. Agora, nossa expectativa é agregar ainda mais valor ao nosso mel, que é de excelente qualidade e ter facilidades para a compra de insumos e materiais para a atividade apícola”, explica.

Segundo ele, os apicultores de Ortigueira e região têm capacidade para trabalhar com a capacidade máxima produtiva da UBM, mas isso será possível conforme novos mercados forem conquistados. “A unidade pode nos permitir agregar valor ao mel em até 100%. Queremos tornar Ortigueira uma referência quando se fala em mel, pois temos os melhores méis do mundo”, garante, ao relembrar que, em setembro de 2015, o Município obteve o registro de Indicação Geográfica (IG), na espécie Denominação de Origem (DO), que foi conferido pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI).

Para o presidente da Associação dos Produtores Ortigueirenses de Mel (Apomel), Valdemar Kieltyka, a viabilização da UBM só foi possível devido às parcerias com a Prefeitura de Ortigueira, Sebrae/PR, Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Instituto Agronômico do Paraná (IAP) e Consórcio Energético Cruzeiro do Sul. “Sem os parceiros o projeto não existiria. A UBM é a concretização de um sonho para os apicultores que poderão beneficiar e comercializar sua produção, podendo vender a granel ou fracionado, tirando do caminho pessoas que intermediam o processo de venda para empresas”, comemora Valdemar.

O consultor do Sebrae/PR, Fernando Pizani, cita que a inauguração da UBM é o fechamento de um ciclo de nove anos de um projeto no qual o Sebrae/PR e demais parceiros estiveram diretamente envolvidos. “A Unidade de Beneficiamento de Mel vai permitir que o produto receba o selo de IG no rótulo e ganhe mais valor no mercado, podendo até mesmo se voltar para o mercado internacional”, frisa. Conforme ele, a UBM vai permitir ainda melhores condições de trabalho e de vida aos apicultores.

Conforme o consultor, o mel produzido em Ortigueira, na região central do Estado, foi o primeiro produto paranaense a receber o registro de Denominação de Origem (DO). A concessão reconhece que as características físico-químicas do produto decorrem das condições botânicas da região, sendo diferenciado do mel produzido nos arredores. O registro consolida a estratégia do Sebrae/PR para o setor do agronegócio, com foco em produtos de diferenciação pela qualidade e tipicidade.

A conquista é decorrente do Projeto APIS, do Município de Ortigueira, iniciativa apoiada pelo Sebrae/PR e parceiros, como a Apomel, Emater, Iapar, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e Prefeitura de Ortigueira, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura.

 

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS