Estudos científicos da Quanta são premiados no Congresso Paranaense de Cardiologia

Da esquerda para a direita, Dr. Miguel Morita, Dr. Rodrigo Cerci e Diogo Kormann recebem o certificado de premiação por um dos trabalhos científicos da Quanta. Foto: Guto Lavigne

Conhecida pelo seu constante trabalho de pesquisa científica, a Quanta Diagnóstico e Terapia teve estudos premiados na 45º Congresso Paranaense de Cardiologia. Entre os oitos pôsteres e trabalhos científicos escolhidos pela comissão julgadora da Sociedade Paranaense de Cardiologia, três foram realizados pela equipe da clínica com o apoio de estudantes de Medicina.

“Essa premiação é um estímulo para a ciência em nosso estado e mostra que a Quanta está fazendo estudos de qualidade e alto nível.  Para os estudantes, estimula a praticar a Medicina baseada em evidências, pois eles precisam ter um entendimento melhor da ciência, já que ela modifica a prática clínica. Muitas descobertas que hoje têm impacto nos tratamentos e na vida das pessoas vieram de estudos científicos”, considera o cardiologista Miguel Morita, diretor do Serviço de Cárdio-Oncologia da Quanta e participante de todos os trabalhos selecionados.

Conheça os estudos premiados:

Categoria Pôster
Pôster n° 51 - Capacidade funcional é maior em regiões com maior Walkability
Ana Paula Garcia, Rodrigo Cerci, Lara Pereira, Otávia Ribeiro, Rafaela Ziliotto, Adriano Akino, Cristina Baena, Pedro Padro, João Vítola e Miguel Morita.

Este trabalho foi realizado em parceria com a Pontifícia Universidade Católica do Paraná. A pesquisa avaliou o walkability (conceito que analisa a facilidade das pessoas se movimentarem pelo bairro onde vivem), ou seja, o quanto as características do bairro, como a conexão das ruas, densidade residencial e presença de comércio, influenciam as pessoas a caminharem ou praticarem atividades físicas. Os resultados demonstraram que indivíduos que vivem em regiões de maior walkability têm melhor capacidade funcional (definido pelo tempo em que um paciente consegue correr na esteira) ou melhor preparo físico e que o ambiente em que vivemos pode ser um fator de estímulo para a prática de exercícios físicos.

Categoria Trabalhos Científicos
TL 06 - Does age matter for the association between positive family history for premature coronary artery disease and elevated coronary calcium score?

Diogo Kormann, Rodrigo Cerci, Marcello Zapparolli, Luiz Antônio Fruet Bettini, Pedro Henrique Ramos Prado, João Vitola e Miguel Morita Fernandes Silva.

O estudo avaliou a associação da presença de escore de cálcio em pacientes jovens e idosos com histórico familiar de doença arterial coronariana precoce (aquela que acontece antes dos 55 anos para os homens e antes dos 65 anos para mulheres). Os resultados mostraram que pacientes de qualquer idade com esse histórico têm maior escore de cálcio do que pacientes sem história familiar de doença arterial coronariana precoce.

TL 08 - Influência do sexo feminino no diagnóstico de isquemia miocárdica em testes funcionais: estudo prospectivo
Larissa Maria Vosgerau, Fernando Bermúdez Kubrusly, Miguel Morita Fernandes Silva, Marcelo Zapparolli, Camila Aparecida Moraes Marques, Rodrigo Cerci e Luiz Fernando Kubrusly.

O estudo tinha a finalidade de confirmar uma informação da literatura mundial de que as mulheres têm maior possibilidade em ter testes funcionais alterados, que poderia ser por causa de uma alteração relacionada ao estrogenio ou à alteracao da microcirculação. Foram analisados todos os pacientes encaminhados para angiotomografia coronariana, mas excluídos aqueles que tinham obstruções importantes das artérias coronárias.  Os resultados demonstraram que, realmente, as mulheres têm mais chances de ter isquemia em testes funcionais, mesmo sem ter obstruções importantes nas artérias coronárias.

Sobre a Quanta Diagnóstico e Terapia
Fundada em 2003, a Quanta Diagnóstico e Terapia está localizada na cidade de Curitiba e oferece exames de cintilografia, tomografia computadorizada com 128 cortes, angiotomografias coronariana e vascular, escore de cálcio, PET-CT, biópsias, tratamentos para câncer de tireoide e dor óssea no câncer, ecocardiograma, eletrocardiograma, teste ergométrico e MAPA. Ainda conta com o serviço de Cárdio-Oncologia, que ajuda a detectar e monitorar problemas cardiovasculares em pacientes oncológicos.

A clínica mantém o Departamento de Inovação, que realiza pesquisas e estudos para novos protocolos nos tratamentos cardiológicos e de câncer e participa do Vale do Pinhão, ecossistema de inovação da Agência Curitiba de Desenvolvimento SA e Prefeitura Municipal de Curitiba que apoia iniciativas inovadoras de empresas locais. Desde 2007, também tem um acordo de cooperação com a Agência Internacional de Energia Atômica da ONU e, recentemente, começou a participar de um programa da agência: o Quanum, que realiza auditorias para aprimorar a qualidade e a segurança dos exames de medicina nuclear em todo o mundo. Mais informações no site www.quantadiagnostico.com.br.

Talvez você se interesse por estes artigos

Conhecida como equilíbrio entre três fatores fundamentais, a Hipertrofia tem se tornado tendência entre os que tem, como parte de sua rotina, a prática de...
Fechar Menu
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com