Inverno aumenta procura por cirurgias plásticas

Com a chegada do frio, o número de cirurgias plásticas aumenta até 50% segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Mas quais as vantagens de realizar o procedimento nessa estação? Segundo o médico cirurgião plástico Bruno Legnani, a época tem algumas vantagens para quem quer operar. “Durante o frio a dilatação de vasos e a retenção de líquido é menor, o que favorece o pós-operatório”, afirma. “O frio provoca uma vasoconstrição periférica, que proporciona uma redução do inchaço, de forma natural”, completa.

Na estação mais fria do ano, também é comum usar roupas mais largas, o que favorece o uso de cintas de compressão de forma mais discreta. “Outro ponto positivo é a menor exposição aos raios solares, que diminui as chances de manchas na pele e favorece a cicatrização”, explica Legnani.

O médico lembra que julho é o mês das férias, o que possibilita o paciente ter mais tempo para repouso após a cirurgia. “Além disso, no verão, as pessoas viajam mais, ficam mais ativas e expostas ao sol. E uma grande vantagem de realizar o procedimento no inverno é que no próximo verão o corpo já estará recuperado”, afirma. Segundo o médico, o repouso pós cirúrgico é fundamental para um bom resultado em qualquer procedimento cirúrgico. “Mais importante que a estação do ano, o período de repouso é essencial para resultados satisfatórios da cirurgia. Notamos um crescimento expressivo nas cirurgias realizadas em julho, e também janeiro e fevereiro, meses de férias”, completa.

 

Sobre Bruno Legnani:

O médico cirurgião plástico Bruno Legnani possui título de especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), tem residência médica em cirurgia plástica e microcirurgia pelo Instituto Nacional do Câncer e fellow internacional em cirurgia plástica estética na Akademikliniken, na Suécia.

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu